13 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - Prazos Processuais (10/08 a 13/08)
FALA, LEITOR!

Maioria dos leitores do portal “A Crítica” não são favoráveis a volta ás aulas presenciais no Estado

Enquanto apenas 11% concordam com a situação, 88% dos leitores discordam da retomada ás aulas presenciais em escolas de MS

25 julho 2020 - 10h15Victoria de Oliveira
O governo de MS estuda como será feito o retorno delas, mas não há um prazo definido em razão do alto número de casos no Estado
O governo de MS estuda como será feito o retorno delas, mas não há um prazo definido em razão do alto número de casos no Estado - (Foto: Edemir Rodrigues)
FAMASUL - SENAR

Saiba Mais

As aulas presenciais estão suspensas desde o começo da pandemia do novo coronavírus no País, em março. O governo de MS estuda como será feito o retorno delas, mas não há um prazo definido em razão do alto número de casos no Estado.

Na Rede Estadual de Ensino (REE), os alunos foram liberados para atividades online em 23 de março, enquanto na Rede Municipal de Ensino, a situação aconteceu no dia 16 do mesmo mês.

O presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), Jaime Teixeira, afirmou ao portal A Crítica que as aulas, estipuladas para retornarem em agosto, não possuem prazo para volta. “Com certeza não voltará em agosto, mesmo por que o número de infectados e óbitos aumentou no mês de julho e deve continuar neste patamar. Seguimos o protocolo da Organização Mundial de Saúde (OMS)”, informou.

Quanto a escolas particulares, em reunião que aconteceu no Ministério Público Estadual (MPE/MS), com representantes dessas instituições de ensino em Campo Grande no dia 14 de julho, foi definido que não voltem as aulas presenciais por enquanto. Caso houvesse uma diminuição nos casos, a data pré-fixada de volta às aulas era no dia 27 de julho, mas como os números de casos subiram, a data pré-estipulada foi no dia 23 de agosto.

Na enquete realizada desde o último dia 18, e encerrada hoje (25), o portal A Crítica quis saber: “Você é a favor do retorno da volta as aulas presenciais em Mato Grosso do Sul?”

O resultado apontou que uma maioria esmagadora não é favorável a volta ás aulas, com 88% dos votos da enquete. Já uma pequena parcela, apenas 11%, concordam com o retorno das aulas presenciais.

 

Nova enquete

No último fim de semana (18 e 19), a Prefeitura de Campo Grande determinou a paralisação de todas as atividades econômicas e sociais não essenciais até o dia 31 de julho de 2020. Durante a semana o comércio de rua na Capital pode funcionar das 9h às 17h e em apenas dias úteis. Com as novas regras, o comércio em geral pode ser aberto, de segunda à sexta-feira, às 9h, encerrando as atividades às 17h. Já shoppings centers poderão funcionar, das 11h às 19h. Exceção apenas para os serviços de delivery de farmácias e serviços de saúde, que podem funcionar em horário estabelecido no alvará de localização e funcionamento respectivo.

Os estabelecimentos que estão permitidos a abertura, devem funcionar com lotação máxima de 30% de sua capacidade. Bares, restaurantes e padaerias não poderão fazer a junção de mesas e a ocupação máxima fica limitada a 6 pessoas por mesa. As regras foram divulgadas por meio de decreto no Diogrande.

Você está sendo a favor das medidas impostas pela Prefeitura no comércio de Campo Grande para evitar a proliferação da Covid-19?

Banner Whatsapp Desktop
agecom - fullbanner
Cornavirus