27 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 campanha Águas em Ação 3 - NOV da Águas Guariroba
ECONOMIA

Presidente da Jucems comemora alta de quase 10% no total de empresas abertas no ano em MS

19 novembro 2020 - 11h15 Por Rosana Siqueira

Mato Grosso do Sul atingiu mais um recorde de abertura de empresas em 2020. O Estado registrou 766 novos negócios abertos em outubro, melhor resultado para o mês da série histórica iniciada em 2008. Os números são da Jucems (Junta Comercial do Estado), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). Nesta quinta-feira (19) o diretor da Jucems, Augusto Castro participou do Programa Giro Estadual de Noticias e avaliou este cenário positivo.

Ele destaca que no acumulado de janeiro a outubro de 2020, foram 6.681 empresas constituídas no Estado. Os dados da Jucems também indicam que o montante é quase 10%  maior que os 6.098 negócios abertos no mesmo período de 2019 e já supera o resultado de 12 meses de 2018, quando foram abertos 6.360 CNPJs. “Isso mostra a confiança do empreendedor mesmo na dúvida e opiortunidade de abrir, partir para seu próprio negócio”, salientou.

Castro destaca que o que se vê neste ano é que desde o início de 2020 o cenário de abertura de empresa já vinha positivo. “No primeiro trimestre do ano, o cenário já se mostrava positivo. Com a chegada da pandemia em abril e maio foram os piores meses,com as restrições no comércio. Mas com as medidas do Governo federal como o auxílio, foi muito recurso que entrou. Isso ajudou e houve um ajuste das pessoas para movimentações em julho, julho e agosto”, salientou.

O diretor da Jucems diz que desde então o Estado tem números importantes. “Além de termos batido recordes mensais, o acumulado mostra a consistência dos números. Temos agora de janeiro a outubro o melhor resultado desde 2015, 2016, 2017 e 2018. É um número consistente. E mais estamos acompanhando novembro e vemos que novamente devemos ter  bom desempenho”, finalizou.

A entrevista completa você confere no player.

Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia