27 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
ARTIGO

Meu Jubileu Paroquial de ouro - 2020

Antônio Nakkoud (*)

9 setembro 2020 - 11h56Por Antônio Nakkoud*
Antônio Nakkoud é Pároco da Igreja Sirian Ortodoxa
Antônio Nakkoud é Pároco da Igreja Sirian Ortodoxa - (Foto: Divulgação)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Hoje, 9 de setembro, para mim é um dia marcante, tocante e vibrante. Chega à realização de um sonho que foi acalentado com tanto esforço, dedicação e sacrifício. É o dia que celebro o meu Jubileu Sacerdotal de Ouro, frente a nossa Paróquia São Jorge de Campo Grande (MS). Não só pelo fato de relembrar só a misericórdia de Deus em minha vida, mas para render graças a Deus, que me sustentou com sua benevolência, ao longo destes cinquenta anos de plena dedicação, serviço, amizade e perfeita doação.

Também agradeço a Deus por cada um dos meus paroquianos e amigos. Povo amado de Deus, radicado em Campo Grande ou em nosso Estado Mato Grosso do Sul, pelo carinho, bondade, amizade, simpatia, ajuda, respeito e muita fé. Estas virtudes que nos uniram ao longo deste tempo, para manter juntos a nossa paróquia em pleno funcionamento e crescimento, com grandes realizações e imensos empreendimentos.

Jesus que soprou sobre os Apóstolos, conferiu-lhes o Espírito Santo e os enviou em missão, como foi enviado pelo Pai (Jo 20:19-23). Ele que envia também os sacerdotes para anunciarem a Palavra. A minha vocação sacerdotal, foi-me dada por Cristo em pessoa. Por isso o sacerdócio não é meu, é de Cristo! O projeto de se tornar sacerdote é de Cristo, por isso que Ele governe a minha vida, desde que Ele me escolheu, junto com minha família biológica e espiritual.

Cristo disse: "Não fostes vós que me escolhestes, mas foi eu quem vos escolheu e nomeei para irdes e produzirdes frutos e que o vosso fruto permaneça" (Jo 15:16). Foi um chamamento ao serviço, a dedicação e aos cuidados do rebanho. É uma comunhão abençoada de propósitos e de ação entre todos os membros da Igreja.

O Padre é chamado pela Igreja, formado pela Igreja, consagrado pela Igreja e na lgreja. A Igreja que Ihe confia a missão sacerdotal. Assim ele exerce uma função central, ao servir a Igreja. Com razão, o povo vê o sacerdote como homem da Igreja. Sem a Igreja, o sacerdócio não teria sentido, assim como não tem sentido um sacerdote que não ama a Igreja.

O amor à Igreja deve fazer com que o padre acolha a Igreja, com os seus elementos divinos e humanos. Nunca manifestei medo diante da minha missão na Igreja. O medo paralisa e esteriliza o ministério de um sacerdote, agradeço a ajuda de Deus e das pessoas que me apoiaram nas horas certas ou incertas, na minha jornada frente a nossa Igreja.

Peço-vos rogai sempre por mim para renovar os meus votos e compromissos sacerdotais, que me tornam apto para pregar, ensinar e administrar os sacramentos e emprestar a Jesus a minha voz, as minhas mãos e todo o meu ser. Jesus mostrou-me o seu amor e eu retribui este amor com amor! Vivi o amor e servi em nome de Jesus, esta é a minha missão sacerdotal! Que a Virgem Mãe e o nosso Padroeiro São Jorge, nos ajudem no caminho da unidade, da esperança e do amor fraterno e divino. Amém!

*Mons: Antônio Nakkoud. Pároco da Igreja Sirian Ortodoxa, São Jorge de Campo Grande MS. Jubileu Paroquial, Pastoral de Ouro. 09/09/2020
Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG