18 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
DIA MUNDIAL SEM TABACO

Confira destinos que podem ser visitados apenas com a economia dos gastos com cigarro

O consumidor fumante pode economizar e reverter o gasto com o cigarro em viagens nacionais e internacionais

31 maio 2017 - 14h00Da Redação
Em números absolutos, o tabagismo mata cerca de 6 milhões de pessoas por ano. A partir de 2030, esse número deve aumentar para 8 milhões
Em números absolutos, o tabagismo mata cerca de 6 milhões de pessoas por ano. A partir de 2030, esse número deve aumentar para 8 milhões - Divulgação

Para celebrar o Dia Mundial sem Tabaco, no dia 31 de maio, o Skyscanner, buscador de viagens mundial, decidiu dar uma razão a mais para aqueles que estão tentando parar de fumar. Além dos benefícios com a saúde, o consumidor fumante pode economizar e reverter o gasto com o cigarro em viagens nacionais e internacionais.

Segundo levantamento* do Skyscanner, baseado em materiais do Instituto Nacional de Câncer (INCA), um fumante gasta em média R$ 7 por dia para um maço. Considerando que o usuário que consome um maço de cigarros por dia gasta no final do mês R$ 210, se ele parar de fumar em junho, até o final do ano terá economizado R$ 1.470 e poderá viajar para o Rio de Janeiro com passagem aérea e hotel por cerca de R$ 1.150 ou para São Luís, no Maranhão, por R$ 1.320. 

Com esse valor, o ex-fumante também consegue comprar voos para o réveillon para destinos internacionais como Santiago (R$1.322), Buenos Aires (R$1.176,57) e Montevideo (R$ 1.191,71), e cidades bem concorridas no Brasil como Recife (R$ 1.305,57), Fortaleza (R$ 1.311,86) e Florianópolis (R$ 791,57).

Outra oportunidade é reverter o gasto de R$ 1.890, equivalente a economia de 9 meses, em uma viagem para o carnaval em Belo Horizonte (R$1.300) e até mesmo para Porto Seguro (R$1.860) com acomodação e passagem aérea.

Brasil registra menor consumo de cigarros em 2016

Em 2015, cerca de 10% da população brasileira acima de 18 anos era fumante, o que equivalia a um total de pouco mais de 15 milhões de fumantes. A boa notícia é que em 2016, o Brasil registrou menor consumo aparente de cigarros per capita (369 unidades). Ainda assim, no mundo, aproximadamente 21% da população acima de 15 anos fuma atualmente (cerca de 1,1 bilhões).

Em números absolutos, o tabagismo mata cerca de 6 milhões de pessoas por ano. A partir de 2030, esse número deve aumentar para 8 milhões, sendo que a grande maioria das mortes (80%) ocorrerão nos países de média e baixa renda.

 

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS