28 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Aedes

Serviço auxiliar de combate ao Aedes, fumacê circula por dez bairros

As equipes estarão nos bairros Alves Pereira, Centro Oeste, Guanandi, Vila Jacy, Jardim Leblon, Nova Lima, Novos Estados, Rita Vieira, São Conrado e Universitário

2 dezembro 2020 - 12h07
Serviço auxiliar de combate ao Aedes, fumacê circula por dez bairros
Serviço auxiliar de combate ao Aedes, fumacê circula por dez bairros - ( Foto: CG Notícias )
MÊS DA ECONOMIA COMPER

O serviço de borrifação ultra baixo volume (UBV) – mais conhecido como Fumacê -, usado para reforçar as ações de combate ao Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chykungunia, irá passar por dez bairros de Campo Grande nessa quarta-feira (02). As equipes estarão nos bairros Alves Pereira, Centro Oeste, Guanandi, Vila Jacy, Jardim Leblon, Nova Lima, Novos Estados, Rita Vieira, São Conrado e Universitário. 

Haverá um veículo da Coordenadoria de Controle e de Endemias Vetoriais (CCEV) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) circulando nas ruas de cada bairro, seguindo por ruas já pré-estabelecidas. Para uma maior eficácia do inseticida, é necessário que o morador abra portas e janelas, assim o veneno consegue atingir os locais onde há maior probabilidade de estarem os mosquitos.  

Os veículos começarão a fazer a borrifação às 16h, e seguirão até 22h, já tendo um cronograma previamente estabelecido. Em caso de chuva ou fortes ventos na região em que as equipes estão programadas a passar, não será possível executar o serviço. 

O inseticida atinge os mosquitos adultos, preferencialmente as fêmeas, que são as transmissoras das doenças. Ainda assim é possível que outras espécies sejam atingidas e, por isso, é necessária uma aplicação criteriosa do veneno. 

Confira o itinerário das equipes: 

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você conseguiu ficar em dia com todas as contas do início do ano?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
TJ MS
Senar