29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
SAÚDE

Prosseguir: SES traça nova estratégia de acompanhamento sobre a Covid-19 em MS

A ideia é que as redes assistenciais dos municípios possam contar com apoio necessário às ações de combate ao coronavírus

17 setembro 2020 - 16h44
A SES designou servidores da saúde para atuarem como“padrinhos e madrinhas”
A SES designou servidores da saúde para atuarem como“padrinhos e madrinhas” - (Foto: Reprodução/Governo do MS)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Para aperfeiçoar ainda mais a elaboração e execução das ações para o enfrentamento à Covid-19, o Governo de Mato Grosso do Sul criou uma estratégia para que as redes assistenciais dos municípios possam contar com apoio necessário às ações de combate ao coronavírus.

Para isso, a SES designou servidores da saúde para atuarem como“padrinhos e madrinhas” e serem agentes colaboradores neste projeto. A  Resolução Nº 60/SES/MS foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (17).

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, os padrinhos e madrinhas farão a interlocução com os representantes da rede de assistência de saúde nos município para que eles prestem assessoria na construção de novas ações e estratégias ao enfrentamento à Covid-19. 

A SES também criou um manual que contém as atribuições mínimas previstas para os padrinhos e madrinhas que serão responsáveis por: intermediar a comunicação com os coordenadores de epidemiologia e da rede de assistência de saúde nos municípios; dirimir eventuais dúvidas técnicas ao seu respectivo “afilhado” (município); recomendar adoção de medidas mínimas para o fortalecimento das ações de proteção para o enfrentamento à Covid-19 e recepcionar informações e dados elaborados pelos respectivos municípios.

Conforme a Resolução ‘P’ SES Nº 425, os servidores selecionados foram designados para atuarem nas quatro macrorregiões (Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas), que incorporam as microrregiões de saúde.

O manual recomenda que os padrinhos ou madrinhas deverão entrar em contato o mais rápido possível com seu afilhado (município de responsabilidade) para conhecer a situação atual. Deve-se buscar o contato direto, via telefone, com o respectivo secretário municipal da Saúde. Em caso de impossibilidade, o contato será feito direto com o coordenador da assistência ou com o coordenador da vigilância em saúde de cada município.

O padrinho ou a madrinha deve entrar em contato com o afilhado (município) no mínimo três vezes por semana, de forma a se manter informado sobre a situação atual do município. Deve ainda acompanhar o quantitativo de casos Covid-19, e caso haja aumento de casos discrepantes, entrar em contato com seu afilhado buscando conhecer a justificativa desta ocorrência e prestar auxílio, quando possível. Para essa atividade, uma planilha contendo o número atualizado dos casos notificados/confirmados de Covid-19 será encaminhada pela Coordenadoria Estadual do Telesaúde de Mato Grosso do Sul.

Prosseguir

O Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir) vem implementando diversos indicadores, sendo um deles a Capacidade de Monitoramento e Rastreio do Contato de Casos Confirmados Covid-19. Tendo como pilares estratégicos a Saúde, a Economia e Recomendações de Flexibilização, a metodologia  utiliza os elementos de monitoramento indicados pela Organização Pan Americana de Saúde (Opas) e, por consequência, pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O Prosseguir é monitorado por um Comitê Gestor, formado por membros de diferentes instituições e secretarias (como Segov, SES, Sefaz, Semagro, SAD, Sejusp, CGE, PGE e Conleg) que se reúne para análise e avaliação dos indicadores. As informações dos municípios são encaminhadas aos prefeitos e aos empresários, por meio de entidades representativas.

Rodson Lima, SES

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
Annelies