20 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
aumento de casos

MS está entre os quatro estados que registraram as maiores taxas de incidência de dengue

O boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado no último dia 11, detalha que são 70.913 até o momento, se aproximando dos 85.645 casos de 2019

24 novembro 2020 - 15h00Da Redação
O total, que considera os registros entre janeiro até 14 de novembro, representa uma redução de 35,5% em relação ao mesmo período de 2019, quando houve 1.504.627 casos prováveis da doença
O total, que considera os registros entre janeiro até 14 de novembro, representa uma redução de 35,5% em relação ao mesmo período de 2019, quando houve 1.504.627 casos prováveis da doença - (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

De acordo com o Ministério da Saúde, a maioria dos casos registrados de dengue ocorreu até junho deste ano. Mato Grosso do Sul e o Estados do Paraná, Distrito Federal e Mato Grosso tiveram as maiores taxas de incidência da doença, com 528 mortes confirmadas no país - para comparação, no mesmo período de 2019, foram 820.

O boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado no último dia 11, detalha que são 70.913 até o momento, se aproximando dos 85.645 casos de 2019, com todos os municípios de MS com pelo menos um caso confirmado, sendo a maioria dos casos pessoas entre 20-29 anos.

No último fim de semana, agentes de saúde recolheram aproximadamente 2,1 mil materiais inservíveis, como garrafas, vasilhas, pneus e até televisores e eletrodomésticos velhos, que podem servir de criadouros do mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya – foram eliminados durante ação realizada neste fim de semana no Bairro Estrela do Sul, região urbana do Segredo em Campo Grande.

Conforme o balanço da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV) da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), ao todo foram 2.721 depósitos inspecionados, sendo 2.193 eliminados. Os agentes inspecionaram 1.389 imóveis e eliminaram 81 focos do mosquito Aedes aegypti

Ao mesmo tempo em que enfrenta a pandemia da Covid-19, o Brasil contabiliza neste ano 971.136 casos prováveis de dengue, segundo dados divulgados nesta terça-feira (24) pelo Ministério da Saúde.

O total, que considera os registros entre janeiro até 14 de novembro, representa uma redução de 35,5% em relação ao mesmo período de 2019, quando houve 1.504.627 casos prováveis da doença.

Banner Whatsapp Desktop