30 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 campanha Águas em Ação 3 - NOV da Águas Guariroba
campo grande

Morte por dengue no Estado em 2020 bate recorde e soma mais que os últimos três anos juntos

Até outubro foram 42 mortes em MS pela dengue

28 outubro 2020 - 16h30Carlos Ferreira
Apesar do crescente, o Estado não registra um novo óbito pela doença há pelo menos dois meses
Apesar do crescente, o Estado não registra um novo óbito pela doença há pelo menos dois meses - (Foto: Marcelo Casal Jr./ABrasil)
Fort Atacadista Natal

O índice de mortes por dengue neste ano já superou o número de óbitos se somado os últimos três anos. Em 2017, 2018 e 2019 foram três, quatro e 32 mortes respectivamente. Até outubro foram 42 mortes em MS pela dengue com 70.545 casos notificados de dengue.

Apesar do crescente, o Estado não registra um novo óbito pela doença há pelo menos dois meses. A última morte foi registrada no dia 11 de agosto em Anastácio, a 122 km de Campo Grande. As informações foram divulgadas hoje (28) pela Vigilância em Saúde do Estado.

Histórico da quantidade de óbitos nos últimos anos

Em janeiro e fevereiro foram oito mortes em cada mês, em março foram 11, em abril houve sete, maio registrou cinco, junho, julho e agosto apenas um. Em setembro não houve mortes contabilizadas. De 42 mortes registradas em 2020, 27 apresentavam comorbidades.

Os cinco municípios com maior índices de casos em MS são: Campo Grande com 12.410 casos confirmados, Ponta Porã (3.947), Três Lagoas (2.778), Amambai (1.739) e Corumbá (1.312).

Dentro dessas estatísticas, as mulheres foram as que mais contraíram a dengue, com 55,7%, contra 44,3% dos homens.

Perfil do público que mais foi picado pelo mosquito transmissor

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia