28 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
SAÚDE

Glaucoma tem maior incidência em afrodescendentes

Oftalmologista explica que o tipo mais comum é o glaucoma crônico, que atinge cerca de 80% das pessoas

24 maio 2017 - 12h33Da Redação com assessoria
Glaucoma tem maior incidência em afrodescendentes
Glaucoma tem maior incidência em afrodescendentes - Reprodução

Silencioso, o glaucoma registra maior probabilidade de acometer a população negra. O oftalmologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Flávio Dualibi, explica que o tipo mais comum é o glaucoma crônico, que atinge cerca de 80% das pessoas. “Neste caso, os negros têm quatro vezes mais chances de desenvolver o glaucoma”, salienta o médico. 

O glaucoma não costuma apresentar sintomas, além da perda lenta da visão. De acordo com o especialista, esse desaparecimento sutil não é observado pelo paciente, apenas quando já está em estágio mais avançado. “Neste momento, o indivíduo já começa a tropeçar e esbarrar em objetos, porque a percepção periférica está ausente”. 

Dualibi destaca ainda que, além da raça, histórico familiar de primeiro grau, diabetes e miopia também são fatores que aumentam as chances de desenvolver o problema. Por isso, a importância de sempre ir ao oftalmologista e realizar acompanhamento da pressão intraocular, principalmente as pessoas com mais de 40 anos ou que se enquadrem no grupo de risco. “O glaucoma é um silencioso ladrão da visão, mas nós podemos detê-lo”, garante. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, 60 milhões de pessoas no mundo são acometidas pela doença, mas apenas 50% sabem. A instituição ainda estima que até 2020 o número de pessoas sem visão possa chegar a 11 milhões. 

Apesar de ressaltar que o paciente deve ter uma vida normal, o oftalmologista enfatiza que a doença ainda não tem cura, mas quanto antes diagnosticada, melhor o resultado da prevenção. 

Segundo o especialista, o exame para a investigação do glaucoma consiste em testes para identificar se a pressão dentro do olho está alta, o que caracteriza a doença. Normalmente, é feito quando existem sinais de suspeita do problema como alterações no exame oftalmológico de rotina. 

Entre os tratamentos mais frequentes estão os medicamentos tópicos que são colírios isolados ou conjugados, medicamentos sistêmicos e, quando não há resposta adequada, a alternativa é a cirurgia que pode ser desde laser até o implante de drenos artificiais. “É importante frisar que estas cirurgias são realizadas para interromper a perda da visão e não para restabelecer”. 

Casos em que a portadora de glaucoma esteja grávida é importante consultar o especialista para a troca de colírios. Segundo o médico, alguns desses remédios podem ser teratogênicos, ou seja, provocar dano ao feto e levar ao aborto. 

Dualibi salienta que, mesmo após a cirurgia, é fundamental manter um acompanhamento frequente ao oftalmologista com a realização de exame como, tomografias ópticas, retinografias - exame de imagem que fotografa as áreas do fundo do olho, como a retina -, ultrassom do campo visual e principalmente com o controle da pressão intraocular. 

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos 

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.400 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 - Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, conquistado pelo sexto ano consecutivo em 2016. 

Rua Borges Lagoa, 1.450 - Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo. 

Tel. (11) 5080-4000 

Site: www.hpev.com.br

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS