21 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
PREVENÇÃO

7 atividades diárias para evitar o Alzheimer em 2018

Atitudes simples que podem ser adotadas no dia a dia têm poder de prevenir a perda cognitiva capaz de levar ao Alzheimer

11 julho 2018 - 08h25Da Redação
A Alzheimer acontece quando placas da proteína amilóide se depositam no cérebro do indivíduo
A Alzheimer acontece quando placas da proteína amilóide se depositam no cérebro do indivíduo - Reprodução/unsplash.com
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Recentemente, foi divulgado que o Sistema Único de Saúde (SUS) começou a utilizar um adesivo transdérmico de rivastigmina, o qual pode ser encontrado também tanto em cápsula como em solução oral. Essa nova forma de utilização tem menos efeitos colaterais quando tratando o Alzheimer, o que é um avanço para garantir mais qualidade de vida e bem-estar aos pacientes que sofrem da doença. O Alzheimer é uma doença tão devastadora que apresenta até mesmo um dia para alertar da sua prevenção e do seu tratamento. No Brasil, esse dia é 21 de setembro, chamado de “Dia Nacional de Conscientização da Doença de Alzheimer”.

O lado mais triste da doença é o fato dela deixar a pessoa incapaz de cuidar de si mesma, afetando as funções intelectuais de forma progressiva, lenta e irreversível. No Brasil, a Associação Brasileira de Alzheimer estima que há mais de 1 milhão de brasileiros com essa doença, sendo que a maioria deles são idosos, ou seja, com mais de 60 anos. Mas, o número deve ser bem maior, já que os sintomas se comparam com o envelhecimento, tal como a perda de memória. Quanto mais cedo, a doença é diagnostica, mais fácil é o tratamento, mas ela é impossível de cura. Dessa maneira, há algumas atividades que podem ser praticadas diariamente para evitar o surgimento e o desenvolvimento da doença. Abaixo mostramos 7 delas:

1. Ter uma agenda de compromissos

Com o envelhecimento, em muitos casos vem também a aposentadoria. Nessa época, mesmo que as atividades sejam menos urgentes e frequentes, elas ainda devem existir. É preciso ficar atento aos dias da semana e também aos horários de forma a manter uma agenda de compromisso. Dessa maneira, não há como ficar desorientado e perder a noção do tempo. Um artigo do Hospital Português afirma que manter uma rotina é importante para o cérebro ficar em plena atividade.

Além de manter uma rotina, também é importante manter o contato social e a comunicação com familiares, amigos e conhecidos. Essas programações são uma forma de garantir isso. Existem várias possibilidades de interação, basta encontrar a melhor para você.


Imagem source: Unsplash.com

2. Praticar uma vida saudável

Ou seja, dormir as 8 horas necessárias, ter uma alimentação balanceada com nutrientes importantes para o funcionamento cerebral, tal como o ômega 3-6-9, o que já abordamos no A Crítica sobre os seus benefícios, e praticar 30 minutos diários de atividade física, como a caminhada acelerada. Esses 3 elementos devem fazer parte de sua vida, de forma que seu cérebro sempre se mantenha em seu melhor estado de funcionamento.

Essas 8 horas de sono devem ser relaxantes e tranquilas para que o cérebro recupere-se do dia anterior e prepare-se para o próximo dia. Já praticar exercícios físicos libera neurotrofinas, substâncias que ajudam a memória. A melhor dieta para o cérebro é a do Mediterrâneo, com consumo de peixes e de vinho, mas com moderação. Essa dieta previne o envelhecimento das células.

3. Exercitar o cérebro

Diariamente, tente também exercitar o seu cérebro com atividades estimulantes, entre elas: usando caças-palavras (o site Racha Cuca tem vários nas mais diferentes categorias), que são geralmente usados por neuropsiquiatras e terapeutas como "ginástica cerebral".Também já foi confirmado que jogos de cartas requisitam análise e concentração, ajudadando a retardar o envelhecimento. O Black Jack por exemplo tem diferentes variedades, e o site Betway Casino tem algumas opções online. Você pode tentar também o desafiador Sudoku, e o site Sudoku Puzzle tem em diferentes níveis de dificuldade. Essa atividade ajuda na determinação para seguir em frente e não desistir diante aos desafios.

Esses jogos podem ser chamados até mesmo de jogos de inteligência, já que treinam as atividades cognitivas as quais estimulam um cérebro mais saudável, evitando diversas doenças, incluindo o Alzheimer. Quando estiver jogando-o tente se concentrar ao máximo e fazer disso um exercício mental, da mesmo forma que você pratica uma atividade física.

4. Fazer do café preto um hábito diário

Estudos indicam que o café preto pode combater as toxinas do Alzheimer no cérebro, o que ajuda tanto na prevenção quanto também no tratamento. A bebida é um anti-inflamatório que ajuda a bloquear os efeitos negativos no cérebro, por isso se possível comece a consumir pelo menos uma xícara ao dia, logo pela manhã.

O café é tão importante dentro de várias culturas que tem também o seu próprio dia - 14 de abril é o Dia Mundial do Café, e num artigo no A Crítica mostramos 10 fatos interessantes sobre ele, inclusive sua relação contra o Alzheimer.

5. Pensar positivamente

Um estudo comprovou que pessoas positivas tem 2.5 vezes menor de risco de Alzheimer. Por isso nada de visão triste e insatisfeita da vida. Seja grato, escrevendo por dia 3 coisas no mínimo pelas quais é agradecido na sua vida. Ver o lado positivo é um dos melhores remédios contra as doenças.

Já falamos no A Crítica sobre a morte de Robin Williams e seu sofrimento com a demência, dessa forma é claro que não importa a sua realidade, o pensar positivamente é algo que vem muito mais do seu eu-interior do que dos fatores externos.


Imagem source: Unsplash.com

6. Ter uma mente mais tranquila e calma

O estresse produz diversos hormônios indesejáveis para o cérebro, dessa forma quanto mais tranquila e calma for a mente, melhor para evitar problemas com a memória e com a demência. Para isso, as técnicas de mindfulness devem ser aplicadas diariamente.

Existem hoje diversos recursos online, tal como o Mindfulness para o dia a dia, para quem quer ter a mente mais tranquila e calma, por isso não há desculpa para desestressar, principalmente pela manhã e pela noite.

7. Aprender algo novo sempre

Colocar o cérebro para trabalhar, expondo-o à coisas novas é outra forma de prevenir o Alzheimer. Para isso tente fazer aulas de música, de dança, aprender um novo idioma ou alguma técnica de artesanato. Quanto mais você estimular o cérebro com coisas novas, melhor para sua saúde. Essas novidades estimulam os neurônios, criando novas conexões no cérebro, melhorando a comunicação das células nervosas.


Imagem source: Unsplash.com

Use cada uma das 7 atividades diárias para evitar o Alzheimer em 2018, de forma a cuidar da sua saúde e do seu cérebro. Manter-se ativo pela jornada da vida é fundamental para evitar doenças. Não deixe de comentar suas dicas para evitar o Alzheimer e também de compartilhar nas suas redes sociais.

Banner Whatsapp Desktop
SANESUL DIA DA ARVORE

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
GAL COSTA
TJ MS
pmcg ms