23 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
POLÍTICA

Temer: estamos entrando com petição no STF para suspender inquérito

20 maio 2017 - 15h03

O presidente Michel Temer disse que o governo vai entrar com petição no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender inquérito contra ele, aberto com base nas delações da JBS. O argumento do presidente são as notícias divulgadas hoje que apontam que o áudio da conversa entre ele e o empresário Joesley Batista pode ter sido adulterado.

"Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos e incluída no inquérito sem a devida verificação e trouxe grave crise para o País. Por isso, no dia de hoje, estamos com petição no STF para suspender o inquérito proposto até que seja verificada em definitivo a autenticidade da gravação clandestina", disse, em seu segundo pronunciamento após a divulgação das conversas.

Temer também mencionou as diferenças entre o áudio e o depoimento de Joesley. "Sou acusado de dar aval para comprar silêncio de ex-deputado. Isso não existe na gravação, mesmo ela sendo adulterada. Houve falso testemunho à Justiça, nunca comprei o silêncio de ninguém. Não obstruí a Justiça."

Segundo ele, o empresário diz que tem boa relação com Cunha. "Minha fala tem conexão com a frase de que manutenção de boa relação. E eu digo 'mantenha isso, viu?' E enfatizo o 'viu'. Ele é um conhecido falastrão exagerado."

Sobre o trecho que sugere a compra de juízes e procuradores, Temer disse: "Depois, em depoimento, ele disse que tinha inventado essa história, que não era verdadeira, que era fanfarronice naquele momento."

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS