26 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
IPVA 2021
Política

Senador Figueiró elogia ação da PF em Porto Esperança

4 fevereiro 2014 - 14h55
O senador Ruben Figueiró (PSDB/MS) ficou satisfeito com a notícia de que a Polícia Federal começou a apurar as denúncias de genocídio, formação de milícia armada e invasão de terra pública por parte da empresa ABBS Agropecuária Brahman Beff Show LTDA, contra a população ribeirinha da localidade de Porto Esperança, próxima de Corumbá.
 
Oitenta famílias de ribeirinhos vivem na região e estão sendo intimidadas e constrangidas pela empresa, que adquiriu uma fazenda para confinar gado e tem planos de fazer atividade portuária no Rio Paraguai. Ocorre que a empresa está cercando uma área que é de propriedade da União.
 
No ano passado o parlamentar recebeu inúmeros documentos a respeito do que estava ocorrendo na região e, em conjunto com os senadores da bancada de Mato Grosso do Sul, Delcídio Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB), encaminhou denúncia ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot de Barros, solicitando providências a respeito da questão.
 
“Ao nos solidarizarmos com o sofrimento dos ribeirinhos, descendentes, muitos deles, de famílias que lá se estabeleceram desde a Guerra do Paraguai há um século e meio, que têm pequenos traços de terra para plantar e as águas piscosas do rio para pescar, que lhes dão sobrevivência, confiamos que vossa excelência [procurador-geral da República] determinará providências para que se restabeleça o direito de posse daqueles, no domínio da União sobre as margens do Rio Paraguai, em Porto Esperança e a condenação do esbulho que está sendo perpetrado pela empresa ABBS”, dizia o documento assinado pelos três senadores e entregue na PGR.
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE
TJ MS