23 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
É GRAVE A CRISE

Risco Brasil triplicou com Dilma na presidência

Índice saltou de 181, em janeiro de 2011, para os atuais 532.

18 janeiro 2016 - 17h00Da redação com informações de Claúdio Humberto.
Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

O trágico desempenho do governo Dilma na economia é evidente, mas a noção exata da falta de confiança dos investidores é atestada pelo chamado “risco Brasil”. Divulgado pelo banco de investimentos americano JP Morgan, o índice triplicou no governo Dilma: saltou de 181, em 3 de janeiro de 2011, para 532, no primeiro dia útil de 2016. Quanto maior o índice, mais arriscado comprar títulos brasileiros.

O índice foi criado para classificar países quanto ao nível de risco e se baseia nos títulos emitidos pelo Tesouro dos EUA, de “risco zero”.

A paralisia do governo Dilma e ameaça do impeachment fizeram o risco Brasil mais que dobrar em 2015: era 264 em janeiro do ano passado.

O medo de Lula em 2002 não afetou só o dólar. O risco Brasil chegou ao nível mais alto da história na semana antes da eleição: 2.436.

No início, analistas derrubaram o risco Brasil para 136, achando que o governo Dilma seria austero, mas logo descobririam a mentira. 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms