04 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Política

Presidente da Câmara reabre agora sessão para julgar Bernal e manifestantes vaiam

26 dezembro 2013 - 17h06
O presidente da Câmara de Campo Grande, Mario Cesar (PMDB), acaba de reabrir a sessão extraordinária que pode decretar a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). Neste momento, 18 dos 29 vereadores estão em plenário.
 
O processo exige que são necessário dois terços dos votos dos membros da Casa, o que significa 20 vereadores, em plenário e votando pela retirada do mandato do prefeito.
 
Os parlamentares foram vaiados pelos cerca de 180 manifestantes que ainda também aguardavam nas galerias, esta possível reversão de decisão. Além das vaias, eles começaram a gritar palavras de ordem, como “O povo unido, jamais será vencido”.
 
Um cordão de isolamento da Polícia Militar impede que os manifestantes possam ter acesso direto aos vereadores. Segundo o major Figueiredo, cerca de 100 policias militares estão reforçando a segurança na Câmara, por medida preventiva para evitar confrontos.
 
Da bancada de apoio ao prefeito Alcides Bernal, apenas um integrante está em plenário, a vereador Luiza Ribeiro (PPS).
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE