25 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
POLÍTICA

PF e Exército põem Operação Terra Sem Lei em reserva indígena no RS

As investigações foram abertas em março, a partir do assassinato de um indígena, dentro da reserva. Posteriormente, em maio, o sobrinho do prefeito de Benjamin Constant do Sul foi morto na região

2 agosto 2018 - 12h44

A Polícia Federal, a Brigada Militar e o Exército deflagraram nesta quinta-feira, 2, a Operação Terra Sem Lei - ação conjunta para cumprir 14 mandados de prisão preventiva e 18 de busca e apreensão na Reserva do Votouro, em Benjamim Constant do Sul (RS). Participam da operação mais de 200 homens da Polícia Federal, da Brigada Militar e do Exército Brasileiro.

As investigações foram abertas em março, a partir do assassinato de um indígena, dentro da reserva. Posteriormente, em maio, o sobrinho do prefeito de Benjamin Constant do Sul foi morto na região, e o próprio prefeito foi mantido em cárcere privado e torturado, fatos que também passaram a ser objeto de inquérito da PF.

A região, no interior do Rio Grande do Sul, tem um histórico de violências a partir de conflitos entre indígenas e colonos pela disputa da terra. Os crimes investigados na Operação Terra Sem Lei são homicídio, tentativa de homicídio, incêndio criminoso, rixa qualificada, organização criminosa, cárcere privado e tortura.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS