25 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracajunov
campo grande

Marquinhos tem 53,36%, Harfouche 7,95% e Dagoberto 6,36%, diz pesquisa IPR

No levantamento, o candidato à reeleição aparece com folga na liderança, com 53,36% da preferência do eleitor

26 outubro 2020 - 09h15Da Redação
O atual prefeito Marcos Trad (PSD)
O atual prefeito Marcos Trad (PSD) - (Foto: Divulgação)
Fort Atacadista Natal

Se as eleições acontecessem hoje (26), Marcos Trad (PSD) seria reeleito em Campo Grande. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pelo IPR/Correio do Estado.

No levantamento, o candidato à reeleição aparece com folga na liderança, com 53,36% da preferência do eleitor. O porcentual poderia lhe garantir uma eleição já no primeiro turno, não fosse a margem de erro de 3,8% para mais ou para menos. Na sequência, Sérgio Harfouche (Avante) aparece na segunda posição, com 7,95% dos votos.  

O procurador está tecnicamente empatado com Dagoberto Nogueira (PDT), 6,36%; Pedro Kemp (PT), 6,01%; Vinícius Siqueira (PSL), 4,77%; e Delegada Sidneia (Podemos), 4,24%.

Na sétima posição aparece Márcio Fernandes (MDB), com 3,71% das intenções dos eleitores. Fernandes está atrás de Harfouche, mas, pela margem de erro, poderia alcançar a terceira posição, em que aparece Dagoberto.  

Esacheu Nascimento (PP), com 3,36%, Loester Trutis (PSL), 1,94%, Marcelo Miglioli (SD), 1,77%, Guto Scarpanti (Novo), 1,41%, João Henrique (PL), 1,41%, Marcelo Bluma (PV), 1,41%, Paulo Matos (PSC), 1,24%, Cris Duarte (Psol), 0,71%, e Thiago Carvalho Assad (PCO), com 0,35%, aparecem na sequência.  

Se tratando de rejeição, Dagoberto é o mais reprovado, com 28,77%, seguido por Pedro Kemp, com 16,92%, e Marcos Trad, 14,31%. A quarta mais rejeitada é Cris Duarte (3,08%), seguida de Marcelo Bluma (2,77%), Delegada Sidneia (2,15%), Trutis (2,15%), Vinícius Siqueira (1,85%), João Henrique (1,54%), Marcio Fernandes (1,23%), Paulo Matos (1,08%), Thiago Assad (0,77%), Guto Scarpanti (0,62%), Esacheu (0,46%), Miglioli (0,46%) e, por último, Harfouche (0,31%). 

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23 de outubro, e 650 pessoas foram entrevistadas.  A pesquisa foi registrada sob o número MS-05221/2020 na Justiça Eleitoral. Com informações do Correio do Estado.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia