26 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Política

Justiça condena Valério e ex-sócio pelo mensalão mineiro

15 fevereiro 2014 - 13h23
A Justiça Federal de Minas Gerais condenou o publicitário Marcos Valério e seu ex-sócio, o advogado Rogério Tolentino, por envolvimento no esquema conhecido como mensalão mineiro. Ambos foram considerados culpados do crime de corrupção passiva e terão de cumprir pena de quatro anos e quatro meses de prisão. Valério e Tolentino já haviam sido condenados pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento da Ação Penal 470, o mensalão.
 
Conforme explica a sentença da 4ª Vara Criminal Federal de Belo Horizonte, o esquema criado em Minas, anterior à Ação Penal 470, consistia em “estrutura esquematizada para favorecer a chapa composta por Eduardo Azeredo e Clésio Andrade na campanha ao pleito de governador do Estado de 1998, por meio do desvio de verbas públicas e obtenção de recursos privados, em cuja implementação eram peça-chave as empresas DNA Propaganda Ltda, SMP&B Comunicação Ltda e seus sócios, dentre os quais se destaca o denunciado Marcos Valério, responsável pela distribuição de valores não contabilizados oficialmente para diversos facilitadores da campanha. 
 
Ainda segundo a sentença, “a estrutura construída para obter recursos públicos tinha como ponto de partida a simulação ou superfaturamento de contratos de publicidade junto a órgãos da Administração direta e indireta do Estado de Minas Gerais, bem como a empresas que tivessem interesses econômicos a serem favorecidos com o esquema”. Os recursos financeiros eram obtidos por meio de empréstimos em instituições financeiras que também integravam o esquema.
Banner Whatsapp Desktop
TJ MS
Banner TCE