09 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Deputada propõe criação da Comissão Permanente de Defesa do Pantanal

A deputada Grazielle Machado defende que o setor turístico é estratégico para o aquecimento a economia do Estado

26 junho 2016 - 12h21Da redação
Divulgação
Cassems

A deputada Grazielle Machado (PR) foi à tribuna da Assembleia Legislativa, durante a última sessão plenária, para propor a criação da Comissão Permanente de Defesa do Pantanal, no âmbito da Casa de Leis. As comissões têm como prerrogativa analisar a constitucionalidade, no caso da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), e o mérito das matérias que tramitam no Parlamento. “Sabemos a importância de garantir a preservação dos recursos naturais de Mato Grosso do Sul, especialmente o Pantanal, e por isso propomos a criação da comissão”, disse a deputada.

Atualmente, as matérias relacionadas às questões ambientais são apreciadas pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, além da CCJR. Posteriormente à análise nos grupos de trabalho, os projetos de lei são votados em Plenário. Grazielle também propôs o fortalecimento dos órgãos estaduais que gerenciam as ações relacionadas ao turismo no Estado – a Fundação de Turismo de MS é subordinada à Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei).

A deputada reiterou que o setor turístico é estratégico para o aquecimento a economia do Estado e pode representar oportunidade de geração de empregos às futuras gerações. Grazielle se dirigiu especialmente aos alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Austrílio Capilé Castro, de Nova Andradina, que visitaram a Casa de Leis e acompanharam a sessão plenária. “Nossas riquezas naturais são conhecidas no mundo todo e temos que nos concentrar em preservar e também garantir que seja oportunidade aos jovens”, ressaltou. Entre os alunos, Gabriel Trovato, de 17 anos, gostou de conhecer as instalações do Palácio Guaicurus. Surdo de nascença, ele contou com o auxílio de uma intérprete de libras. “Gostei de entender melhor como é o lugar onde são feitas as leis e de saber mais sobre a história do nosso Estado”, afirmou.

 

Banner Whatsapp Desktop
Cassems
Banner TCE