01 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Política

CPI da Saúde da Câmara deve divulgar relatório na quinta

18 dezembro 2013 - 08h04
A Comissão Parlamentar Inquérito da Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande deve divulgar na quinta-feira (19) o relatório final dos trabalhos, segundo informações da assessoria do legislativo.
 
Foi publicado ontem (17) no Diário Oficial do município (Diogrande) ato da presidência da Câmara que prorroga por 30 dias o prazo para a apresentação da conclusão da CPI, que foi criada no dia 7 de maio para investigar irregularidades no setor de oncologia da capital sul-mato-grossense.
 
No entanto, ainda conforme a assessoria de imprensa da Câmara, o prazo de um mês não deve ser necessário. O ato foi assinado pelo presidente do legislativo, Mário César (PMDB), em 12 de dezembro.
 
A previsão inicial para conclusão dos trabalhos era de 120 dias, mas, no dia 13 de agosto, foi prorrogado por mais 90 dias. A última estimativa era que o relatório fosse entregue em 15 de novembro.
 
Durante mais de sete meses, os integrantes da comissão colheram diversos depoimentos como os de familiares de pacientes que morreram durante tratamento de câncer; do ex-diretor do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi, e o ex-diretor do Hospital Universitário, José Carlos Dorsa.
 
As irregularidades nos hospitais vieram à tona durante as investigações da Polícia Federal, do Ministério Público e da Controladoria-Geral da União na operação Sangue Frio.
 
Em 2009, uma auditoria do Ministério da Saúde encontrou outras situações ilegais na instituição, como o pagamento para tratar pacientes que já haviam morrido. A suspeita é que o HC tenha monopolizado o tratamento da doença em Campo Grande para beneficiar pessoas e empresas com o desvio de dinheiro público.
 
Os cinco vereadores que fazem parte da comissão são Flávio César (PT do B) - presidente, Carla Stephanini (PMDB) - relatora, Coringa (PSD), Cazuza (PP) e Marcos Alex (PT).
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE