26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
POLÍTICA

CCJ encerra sessão sem definição de data para votação da PEC das Diretas

24 maio 2017 - 12h41

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara terminou a sessão da manhã desta quarta-feira, 24, sem um acordo para votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite eleições diretas em caso de vacância da presidência da República.

O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), negou pressão do Palácio do Planalto para que o tema não seja pautado e disse que não se sente constrangido na função por ser filiado ao mesmo partido do presidente Michel Temer. "Tenho o dever de ser magistrado. Sempre exerci meu mandato com independência", respondeu.

O peemedebista afirmou que parlamentares da base pediram que o tema seja discutido "no momento oportuno".

Pacheco disse que a obstrução da oposição na comissão atrapalha os trabalhos e que vai tentar um acordo para o agendamento da sessão extraordinária exclusiva para discutir a PEC. "Temos é de entrar em consenso. Se não houver acordo, terei de exercer a prerrogativa de presidente", declarou. O deputado sinalizou que poderia colocar o tema em pauta na próxima semana.

O presidente da CCJ explicou que retirou a PEC da pauta desta quarta-feira porque sua intenção era votar outros itens e definir posteriormente a melhor data para apreciação da proposta.

Ele lembrou que houve inicialmente um consenso da oposição para que nesta quarta não houvesse deliberação sobre a PEC. A oposição, no entanto, exigia a definição da data nesta quarta e conseguiu interditar o andamento da comissão.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
TJ MS
pmcg ms