18 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
POLÍTICA

AGU vai solicitar a ministérios que enviem balanço de prejuízos com protesto

25 maio 2017 - 15h02
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

A Advocacia-Geral da União (AGU) vai enviar ofício a todos os ministérios solicitando que as pastas enviem um balanço, com cálculo estimado dos prejuízos causados durante a manifestação de ontem na Esplanada, em Brasília. Depois de revogar o decreto que instituiu o uso das Forças Armadas para a Garantia da Lei e de Ordem (LDO), o presidente Michel Temer determinou que a AGU fizesse o trabalho de levantar os danos ao erário.

Somente depois que tiver todo o levantamento das pastas é que a AGU irá ajuizar ação que vai cobrar o ressarcimento aos cofres públicos contra os organizadores, ou seja, as centrais sindicais. Ainda não há uma definição de onde será protocolada a ação, mas provavelmente, segundo fontes da AGU, será na Justiça Federal em Brasília.

Não há informação se a AGU determinará um prazo para que os ministérios entreguem seus levantamentos. Apesar disso, o governo tem pressa e quer dar uma resposta o quanto antes aos protestos e, principalmente, mostrar que a escalada da violência nos atos de ontem justificaram a medida de decretar o uso das Forças Armadas. A decisão de Temer foi alvo de críticas e causou uma série de reações negativas no Congresso.

Ontem à noite, o Palácio do Planalto já havia pedido que os ministérios compilassem e reunissem imagens das câmeras de segurança mostrando os estragos para ajudar a defender a decisão de invocação das tropas militares. Essas imagens podem servir também para identificar e enquadrar criminalmente as pessoas responsáveis pela depredação.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, que anunciou oficialmente nesta manhã a revogação do decreto que autorizava o emprego das Forças Armadas em Brasília, disse que, além da AGU, a Polícia Federal será responsável pelas investigações para punir os culpados pelos atos de vandalismo. "A desordem não será tolerada", disse.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
TJ MS
pmcg ms