25 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
POLÍCIA

Polícia recupera em Campo Grande veículo Jeep furtado em SP

De acordo com a polícia, carro com placas de Minas Gerais, foi alugado em 30 de junho e deveria ser devolvido em 03 de agosto, e não foi devolvido

7 agosto 2020 - 11h43Da redação
A Polícia Militar recuperou em Campo Grande um carro que havia sido furtado de locadora de SP
A Polícia Militar recuperou em Campo Grande um carro que havia sido furtado de locadora de SP - (Foto: PM/Divulgação)
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Um veículo de luxo, modelo Jeep Compass, foi apreendido durante uma ronda do pelotão Moreninhas da Polícia Militar no bairro universitário, nesta última quarta-feira (05), em Campo Grande.

Segundo a equipe policial, desconfiaram de um veículo com placas de Minas Gerais parado em um comércio de som automotivo e fizeram a abordagem. Durante a entrevista com o motorista, os policiais notaram contradições em suas versões, e descobriram que se tratava de um carro furtado, no estado de São Paulo.

Os policiais foram informados pelo condutor que o carro o carro foi locado em Goiânia e que estava em Campo Grande para negociar cargas do segmento de carnes, frios e laticínios. Ao verificarem a situação do carro, a informação apresentada pelo conduzido estava divergente. Novamente perguntou ao cidadão onde teria locado o carro, o suspeito aduziu que não foi ele que teria locado e não sabia dizer o local exato.

Conforme a ocorrência, os militares fizeram contato com a Policia Rodoviária Federal e pediram apoio para a checagem do carro e descobriram que havia um alerta para esse veiculo. De acordo com a polícia, em contato com a locadora, o veículo foi retirado no dia 30 de junho de 2020 no aeroporto de Guarulhos (SP) e deveria ser devolvido no dia 03 de agosto em Barueri (SP), porém na mesma data perderam o rastreamento do carro e não foi devolvido. 

O carro foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Repressão ao Furto e Roubo de Veículos (Defurv) para providencias cabíveis. Os envolvidos vão responder pelo crime de receptação. A pena varia de 1 a 4 anos, além da multa.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
TJ MS
pmcg ms