20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
RAIO X

Polícia Civil de Três Lagoas cumpre mandados de prisão em apoio a operação "Raio X"

A operação denominada de "Raio X", visa combater crimes de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa, dentre outros

29 setembro 2020 - 11h08Da Redação
As buscas foram feitas em um condomínio residencial, no local foram apreendidos documentos, celulares, computadores e um veículo
As buscas foram feitas em um condomínio residencial, no local foram apreendidos documentos, celulares, computadores e um veículo - (Foto: Reprodução)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Policiais Civis do Setor de Investigações Gerais de Três Lagoas, em apoio ao Setor de Combate ao Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (SECCOLD), de Araçatuba-SP, efetuaram o cumprimento de um mandado de prisão temporária e mandado de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Penápolis-SP.

A operação é resultado de cerca de dois anos de investigação que apontaram a existência de um esquema de corrupção envolvendo agentes públicos, empresários e profissionais liberais. Segundo a apuração, foram desviados milhões de reais por meio de contratos de gestão de saúde com organizações sociais. Esses termo eram firmados a partir de licitações fraudadas ou superfaturadas.

As buscas foram feitas em um condomínio residencial, no local foram apreendidos documentos, celulares, computadores e um veículo. Após cumprimento do mandado de prisão temporária, o investigado será recambiado para a cidade de Araçatuba-SP.

Participam da operação aproximadamente 800 policiais e 40 servidores da Promotoria participam das atividades da Raio X em dezenas de municípios do Estado de São Paulo, bem como em cidades do Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, e Minas Gerais.

De acordo com a Polícia Federal, são cumpridos mais 64 mandados de prisão temporária e 237 mandados de busca e apreensão. As atividades fazem parte da Operação Raio X, aberta pela Polícia Civil de São Paulo e o Ministério Público do Estado.

A operação visa combater crimes de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa, dentre outros. 

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
PMCG