21 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Polícia

PF deflagra quadrilha que lavava dinheiro de cocaína com “carrões” no Mato Grosso

29 setembro 2009 - 17h06
Ferrari epreendida pela polícia
Ferrari epreendida pela polícia - André Romeu, TV Centro América e 24 Horas News
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  O bando ficou conhecido como a quadrilha dos “carrões”, por causa da posse e lavagem de dinheiro de cocaína que faziam com carros importados das marcas Ferraris, BMWs, Lamboghinis, Corvette C06, Porshe Boxter.

  Alexandre Zangarini, um dos presos na operação, apontado como um dos principais da organização, era dono de uma emissora de televisão na Bolívia, além de atuar na exploração dos caças-níqueis. No Pantanal de Mato Grosso, foi fundado uma base de operações do narcotráfico.

  Segundo a Polícia Federal, a principal forma de lavar o dinheiro do tráfico era através de investimentos em carros, Zangarini possuia uma garagem de automóveis em Cuiabá.

  De acordo com fontes da Polícia Federal, também pode ter participado do esquema, empresários e advogados.Por enquanto, a Justiça expediu 22 mandados de prisão, busca e apreensões.

  A organização que também contava com a participação de policiais, há quatro meses teve apreendido 383 quilos de cocaína, nessa fazenda no Pantanal que fica localizada na região de “Mucambo”, município de Barão de Melgaço, a 113 quilômetros ao Sul do Estado, no dia 20 de junho. 

  A cocaína, com alto grau de pureza, foi localizada a pouco mais de 1 quilômetro da sede da fazenda “Sete Irmãos”, que está arrendada para um empresa agropecuária de Cuiabá. O entorpecente embalado em 376 tabletes foi encontrado em 13 sacos plásticos escondidos embaixo de uma lona numa moita na mata fechada. 

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
PMCG