30 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Polícia

Criado grupo de monitoramento do sistema carcerário de MS

20 novembro 2009 - 15h06
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  O Conselho Superior da Magistratura do Estado editou o Provimento nº 180, publicado no Diário da Justiça desta sexta-feira, dia 20 de novembro.

  O Grupo de Monitoramento será composto pelo Des. Romero Osme Dias Lopes e pelos juízes Ruy Celso Barbosa Florence, Alexandre Antunes da Silva e Fábio Possik Salamene. Entre as atribuições, eles deverão implantar e manter as metas do Projeto Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça.

  Os membros também irão planejar e coordenar os próximos mutirões carcerários que deverão ocorrer periodicamente na justiça estadual. As irregularidades constatadas nas inspeções dos estabelecimentos penais serão acompanhadas pelo grupo que também deverá propor soluções para problemas da superlotação, por exemplo, além de acompanhar projetos de construções e ampliações de presídios em Mato Grosso do Sul.

  Está prevista para o ano de 2010 a implantação do sistema de gestão eletrônica da execução penal de Campo Grande. O Grupo de Monitoramento irá acompanhar estas atividades, dentre outras questões que serão propostas, estudadas e acompanhadas pelos membros.

  A portaria estabeleceu desde já objetivos como a realização anual do mutirão carcerário, iniciando em 2010 pelas comarcas que ainda não passaram pelo projeto; como também implantar até fevereiro no ano que vem o sistema de processamento eletrônico das varas de execução penal da Capital; promover levantamentos estatísticos sobre o número de presos de outros Estados, para fins de recambiamento; e a implantação de projetos de capacitação profissional, por meio de convênios com entidades assistenciais, prestadoras de serviços sociais e universidades.

  A norma também estabelece um calendário prévio para o mutirão carcerário em 2010. De acordo com o programa, as atividades deverão começar em Amambai, passando por Aquidauana, Cassilândia, Bataguassu, Dois Irmãos do Buriti, Jardim e Rio Brilhante.

  O mutirão carcerário anual, de agora em diante, terá início no primeiro dia útil do mês de agosto e terá duração de 90 dias, abrangendo todas as comarcas do Estado onde houver estabelecimentos prisionais.

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
AL MS