23 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
senar
abuso contra os filhos

Casal suspeito de estupro e outros abusos praticados contra os próprios filhos é preso

Com o homem, 43, conviviam a esposa, 36, e quatro filhos, sendo dois meninos de 4 e 17 anos e duas meninas de 11 e 14 anos

1 dezembro 2020 - 16h40Da Redação
Diante dos fatos narrados foi requisitado exame de corpo de delito, que confirmou a suspeita. A outra menina, 11, também alegou ter sido vítima de abusos sexuais
Diante dos fatos narrados foi requisitado exame de corpo de delito, que confirmou a suspeita. A outra menina, 11, também alegou ter sido vítima de abusos sexuais - (Foto: Divulgação)
MÊS DA ECONOMIA COMPER

Na manhã de hoje (1º), a Polícia Civil de Selvíria, prendeu um casal que por anos submetia os próprios filhos a abusos. A Delegacia foi comunicada pelo Conselho Tutelar local de que no assentamento Canoas um pai estaria praticando abusos contra os filhos. Com o homem, 43, conviviam a esposa, 36, e quatro filhos, sendo dois meninos de 4 e 17 anos e duas meninas de 11 e 14 anos.

O filho ficou com diversas marcas pelo corpo

As investigações apuraram que o adolescente de 17 anos era, constantemente, vítima de maus-tratos praticados pelo pai, apresentando, inclusive, lesões pelo corpo. Em escuta especializada, a adolescente de 14 anos relatou, ainda, que sofria abusos sexuais, desde os 11 anos, e o autor também seria o pai.

Diante dos fatos narrados foi requisitado exame de corpo de delito, que confirmou a suspeita. A outra menina, 11, também alegou ter sido vítima de abusos sexuais.

Durante todos os anos de abusos físicos e psicológicos sofridos pelos filhos, a mãe teve ciência e nunca denunciou, pediu ajuda ou tentou impedir que os crimes acontecessem. A Polícia Civil, então, representou pela prisão preventiva do pai por estupro de vulnerável e maus-tratos, assim como da mãe, pelos mesmos crimes, pois tinha obrigação legal de defender os filhos e, ao se omitir, permitiu a prática reiterada dos delitos.

A Delegacia de Polícia de Selvíria apura ainda outros delitos da mesma natureza, praticados pelo homem e já localizou outra vítima, hoje adulta, mas que foi violentada quando criança.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você conseguiu ficar em dia com todas as contas do início do ano?

Votar
Resultados
Comper sem sair de casa
TJ MS