22 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju covid
DURANTE ROUBO

Bandidos usaram salão alugado perto de escola como cativeiro

Mãe e filho foram rendidos chegando em casa e levados para cativeiro

22 maio 2017 - 17h25Com informaçoes do G1
Polícia descobriu caso durante abordagem policial a veículo roubado
Polícia descobriu caso durante abordagem policial a veículo roubado - Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

A quadrilha presa neste segunda-feira (22) pelo roubo de um carro de luxo e cárcere privado de mãe e filho usou um salão comercial como cativeiro.

O imóvel fica no bairro Estrela do Sul, bairro residencial na região norte de Campo Grande, ao lado de uma escola pública, e foi alugado por um dos suspeitos, segundo informações da polícia.

A proprietária do imóvel, Olinda Pereira Martins, mora ao lado do salão e ficou surpresa ao saber que o local foi usado como cativeiro. Ela disse, em entrevista, que não desconfiou de nenhuma movimentação na noite anterior.

"Levei um susto. Ele [suspeito] vinha aí e ficava o dia inteiro. Pagava em dia o aluguel. A mãe dele que trouxe ele aqui, que arrumou para ele", afirmou.

O tenente da Polícia Militar Frederico Françoso disse que um dos presos morava no local.

"Um dos meliantes morava na casa, segundo os comparsas, e o local era como um comércio abandonado, com porta com grade externa e cadeado", relatou o policial do DOF.

Mãe e filho foram mantidos reféns no local da noite de domingo (21) até a madrugada desta segunda-feira. Durante cerca de 5 horas, os dois ficaram em cima de uma cama, amarrados e vendados.

Roubo

A mulher de 44 anos e o filho de 15 anos foram rendidos quando chegavam em casa e tiveram o carro roubado. Enquanto eram levados ao cativeiro por dois criminosos, um casal integrante da quadrilha levava a BMW X6 para a fronteira, onde o veículo de luxo seria vendido ou trocado por drogas e armas.

O carro foi abordado durante fiscalização de rotina do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) próximo à Maracaju, a 157 km de Campo Grande. O casal que estava no veículo não soube informar a origem do carro e o motivo da viagem, fato que levantou suspeita dos policiais.

Enquanto o casal aguardava na abordagem, policiais da sala-rádio ligaram para o proprietário do veículo e o homem informou que havia registrado boletim de ocorrência de desaparecimento porque a esposa e o filho tinham saído para ir ao shopping e não haviam retornado para casa até o momento.

Questionados pela polícia, o casal confessou participação no roubo do carro horas antes e indicou o local do cativeiro onde estavam as vítimas. Os suspeitos ainda afirmaram que usaram um carro preto para render as vítimas.

Os policiais do DOF repassaram a informação a policiais de Campo Grande, que localizaram o cativeiro e encontraram mãe e filho. No local, outros dois criminosos, de 24 e 31 anos, foram presos com um revólver calibre 32. Outra mulher também foi presa suspeita de participação nos crimes. Ela foi responsável por levar os celulares das vítimas e o carro usado na abordagem para outro bairro da capital sul-mato-grossense.

A ação teve participação de policiais da Força Tática do 9º Batalhão de Polícia Militar e da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar. Os cinco presos, a arma de fogo e o veículo das vítimas foram encaminhados para a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), na capital.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms