25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Polícia

Após confrontos, governo anuncia R$ 100 mi para equipar forças de segurança do Rio

19 outubro 2009 - 14h00
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A polícia do Rio tem apenas um helicóptero blindado.O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou nesta segunda-feira que o Estado vai receber R$ 100 milhões da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) nos próximos seis meses para equipar as forças de segurança e que a polícia vai ganhar novo helicóptero blindado.

  O anúncio foi feito após os confrontos ocorridos no fim de semana, após traficantes invadirem o morro dos Macacos, na zona norte. 

  PMs durante operação na favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio; polícia busca traficantes de drogas responsáveis por ataques.

  No sábado (17), uma aeronave da PM foi atingida por tiros enquanto sobrevoava o morro e explodiu após um pouso forçado causando a morte de três policiais. O helicóptero alvejado no fim de semana só tinha blindagem na fuselagem inferior.

  O governador contou ter recebido um telefonema do presidente Luiz Inácio Lula da Silva após os conflitos. "Recebi um telefonema do presidente Lula para prestar apoio e confirmando a liberação de recursos para esse helicóptero. São recursos de mais de 100 milhões de reais nos próximos seis meses", disse o governador.

Buscas

  A polícia realiza nesta segunda-feira várias ações coordenadas em ao menos seis favelas da zona norte do Rio.

  "Temos por objetivo nessas operações prender traficantes que participaram direta ou indiretamente do ataque ao helicóptero no morro dos Macacos", afirmou o major da PM Oderley Santos, relações públicas da PM.

  Em uma das operações após o incidente com o helicóptero, a polícia apreendeu duas metralhadoras capazes de abater aeronaves. Hoje pela manhã, a PM apreendeu ainda um rifle ponto 30 que pode ter sido usado para derrubar o helicóptero da corporação.

  "O morro dos Macacos é estratégico para a polícia e para os bandidos. Sempre que uma facção acha que a rival está fragilizada tenta ampliar seus domínios no Morro", afirmou o chefe da Polícia Civil, Alan Turnowski.

Violência

  Os confrontos na zona norte do Rio começaram na madrugada de sábado. Em disputa pelos pontos de venda de drogas, traficantes do morro São João --controlado pelo CV-- e aliados invadiram o morro dos Macacos, controlado pela ADA (Amigos dos Amigos).

  Investigações do setor de inteligência da polícia apontam que a invasão foi articulada por chefes da facção CV (Comando Vermelho) que estão no presídio federal de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná.

  Os confrontos entre traficantes e com a polícia deixaram ao menos 15 mortos --entre elas os três PMs que estavam no helicóptero-- pessoas mortas e oito feridas.

  No sábado, a violência se espalhou e, além dos confrontos no morro dos Macacos, ao menos 12 veículos foram incendiados em bairros da zona norte. De acordo com a polícia, o objetivo dos criminosos era desviar a atenção do morro dos Macacos.

 

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Annelies