01 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Internacional

Venezuela alcança inflação mais alta do mundo

14 fevereiro 2014 - 13h29
O Banco Central da Venezuela divulgou na terça-feira o índice de escassez – que mede a ausência total de bens e a impossibilidade de substituí-los por equivalentes de outra marca – do primeiro mês de 2014. A menor oferta de todos os bens no mercado nacional já prenunciava o que foi revelado. O índice ficou em 28%, a cifra mais alta desde que o organismo passou a apresentar esse indicador, 5,8% a mais do que o resultado de dezembro.
 
Até então, o número mais elevado havia sido registrado em 2008, quando o BCV anunciou uma escassez de 24,7%. Esse índice é obtido com base numa média do registro de todos os itens que o compõem.
 
Essa situação permitiu que o organismo estabeleça uma análise otimista no comunicado à imprensa em que explicava os resultados. “Nos alimentos básicos, o resultado foi de 26,2%, o que representa um melhor abastecimento desses itens com relação ao mês de dezembro [28,3%].”
 
No caso dos mantimentos, significa que em 26 de cada cem estabelecimentos visitados não há mantimentos básicos. A inflação, enquanto isso, registrou uma variação de 3,3% em relação ao mês anterior, a mais alta do mundo. Em um ano, os venezuelanos viram um aumento de 56,3% nos preços.
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE