29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
RÁDIO

Transamérica Hits Campo Grande presenteia fãs com Amado Batista

Amado Batista em entrevista a Marisa Machado, da TV Morena
Amado Batista em entrevista a Marisa Machado, da TV Morena - Thiago Lemes
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Em 77, lançou seu primeiro LP, “Amado Batista Canta o Amor”, pelo mesmo selo. Como a Chororó não tinha distribuição nacional, assinou com a Continental, que o faria em breve um dos campeões de vendagem por sua linha popular/romântica, com melodias simples e letras sentimentais e dramáticas. Já em 79, estouraria nacionalmente com a balada “O Fruto do Nosso Amor (Amor Perfeito)” (Vicente Dias e Praião II). Rapidamente, passou a vender anualmente cerca de 1 milhão de discos. Em 82, estrelou o filme “Sol Vermelho”, espécie de autobiografia, entremeada com seus sucessos, sob direção de Antonio Milianet. Dentre seus sucessos destacam-se “O Julgamento” (Walter José e Sebastião Ferreira da Silva), “O Acidente” (Roberto Ney e Deny Wilson) e “Hospício” (Amado/ Reginaldo Sodré). Em 85, contratado pela BMG, alcançou 1 milhão e meio de cópias vendidas de um único LP.
Nos anos seguintes, manteve-se vendendo entre 500 e 800 mil discos de álbuns como “Amado Batista” (87), “Dinamite do Amor” (88), “Escuta” (89), “Eu Sou Seu Fã” (91) e “Ao Vivo” (98). Em 99, voltou à gravadora Continental e lançou “O Pobretão” (99) e “Estou Só” (2000).

 

Banner Whatsapp Desktop
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
ALMS