26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
BR-163

Tradicional ponto de parada na BR-163 deve ser preservado mesmo com duplicação da BR-163

Em Brasília, Carlos Marun convocou também a CCR, empresa responsável pela duplicação da rodovia e a ANTT, para chegar a um acordo no sentido de preservar a Água Rica, que faz parte da história, da cultura gastronômica de Mato Grosso do Sul

5 março 2016 - 13h00DA REDAÇÃO
Divulgação

O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) entregou, em nome da bancada parlamentar de Mato Grosso do Sul, ao diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT, Jorge Bastos, abaixo assinado com mais de 6 mil nomes e assinaturas de cidadãos e cidadãs de Mato Grosso do Sul pleiteando a preservação na íntegra do tradicional ponto de parada “Água Rica”, que seria afetado com a duplicação da BR-163, no trecho entre o Distrito de Anhandui e a cidade de Nova Alvorada do Sul.

Em Brasília, Carlos Marun convocou também a CCR, empresa responsável pela duplicação da rodovia e a ANTT, para chegar a um acordo no sentido de preservar a Água Rica, que faz parte da história, da cultura gastronômica de Mato Grosso do Sul. Além disso, naquele local existem também nascentes de água potável e matas que protegem o local.

O restaurante Água Rica é parada obrigatória desde cedo para o café da manhã, onde servem um dos melhores pães de queijo do Estado, almoço, lanches em geral e é também um ótimo lugar para um descanso rápido antes de continuar viagem.

Sua história remonta o passado. Em meados do século passado, quando a estrada ainda era de terra e quando um caminhão demorava três dias para fazer o trecho Dourados/Campo Grande. Depois de adquirir um pedaço de terra em frente à estrada (boiadeira), o Sr. Franklin e dona Adaila construíram, em 1956, um chalé de madeira e o local passou a ser ponto de parada de motoristas que faziam o difícil trajeto pela estrada de chão. Mais tarde, seu genro Joaquim Tomáz, o saudoso Quinzinho abriu um restaurante, lançando o famoso pão de queijo que até hoje é a grande “atração” do local onde os bons atendimentos e temperos imperam.

A notícia do possí vel fim dessa parada obrigatória, viajantes do Estado e de outras regiões do país, de passagem pelo local e que conhecem bem a importância do Água Rica, engrossaram o abaixo assinado para que a estrada faça os devidos desvios para não destruir o local que faz parte da história de um povo, da história de Mato Grosso do Sul.

“Depois de tamanha manifestação e dessa lista de assinaturas, esperamos que as nossas autoridades acatem nosso pedido e preservem esse pedaço da nossa história, em respeito ao nosso Estado”, afirmou o deputado Carlos Marun. 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
GAL COSTA
pmcg ms
TJ MS