20 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Educação

Terceirização gera economia sem comprometer qualidade das refeições

Fort  Atacadista - 21 ANOS

A terceirização da merenda escolar foi iniciada em fevereiro de 2007

O sucesso experiência que enfrentou resistências iniciais, hoje já é reconhecido por conta dos resultados que produziu. Um dos principais entusiastas da idéia, justamente quem apostou na iniciativa, é o prefeito Nelson Trad Filho, além de diretores das escolas e a própria comunidade escolar. Preparar e servir 30 mil refeições diariamente envolve uma logística supervisionada por três nutricionistas,além de envolver  53 funcionários que reforçam o quadro de servidores efetivos da Prefeitura.

A SP Alimentação, vencedora da licitação  é uma empresa paulista presente  em 26 cidades nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Pernambuco e Maranhão, atendendo com merenda escolar 1 milhão de crianças.

O coordenador de Abastecimento Escolar, Danilo Medeiros, tem na ponta do lápis a economia assegurada com a terceirização da merenda: a Prefeitura paga à empresa R$ 1,12,custo que embute todas as despesas, incluindo a de pessoal.Nas escolas onde a merenda é feita diretamente, o custo por refeição sobe para R$ 1,43,uma diferença de 29%. “Eu mesmo- confessa - era contra a terceirização porque sempre imaginava que encarecia o custo da merenda”. Na prática, ficou demonstrado que eu estava errado. Esta modalidade de parceria com a iniciativa privada é vantajosa sobe o aspecto econômico, sem comprometer a qualidade, o poder nutricional, das refeições que estamos oferecendo às nossas crianças”.

A Prefeitura recebe do Ministério da Educação, R$ 0,22 por aluno, para custear a merenda. A diferença de aproximadamente R$ 0,90 do custo, é bancada com os recursos do município. Para garantir a merenda de todas as escolas e centros de educação infantil do município são investidos por mês R$ 1,2 milhão, sendo R$ 360 mil do MEC e R$ 900 mil da Prefeitura.

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
AL MS