23 de novembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
multicasas novo
CAOS

Temporal que derrubou várias árvores em Dourados é o mais forte do ano até agora

Os estragos foram tanto, que a prefeita Délia Razuk (sem partido) declarou situação de emergência devido as fortes chuvas que atingem o município

27 outubro 2020 - 09h10Carlos Ferreira
Fort Atacadista Natal

A chuva causou estragos em diversos municípios de Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (26). Porém em Dourados, a 229 km de Campo Grande, a situação foi ainda maior. Conforme os Dados do Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste as rajadas de vento chegaram na cidade a 46 km/h, sendo a mais forte do ano até o  momento. No entanto, os 32.2 mm de chuva acumulados durante 2 horas e 40 minutos representaram o nono maior índice diário desde que 2020 começou.

Os estragos foram tanto, que a prefeita Délia Razuk (sem partido) declarou situação de emergência devido as fortes chuvas que atingem o município. O Decreto nº 2.968 de 26 de outubro de 2020, publicado na edição de ontem, do Diário Oficial do Município, “fica declarada a existência de situação de anormalidade, provocada por desastre e caracterizada como Situação de Emergência, no Município de Dourados – MS, provocada pelas fortes chuvas”.

Conforme os dados da estação agromteorológica em atividade há mais de quatro décadas no município, neste ano, até ontem Dourados só havia tido ventos classificados como muito fortes (acima de 40 km/h)  no dia 30 de junho, quando foram apuradas rajadas de 42.4 km/h por às 13h12.

O temporal derrubou árvores na cidade

Conforme alerta emitido ontem pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), desde à meia noite Dourados estava em uma zona de perigo para tempestade com ventos intensos de 60 a 100 quilômetros por hora e chuva entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 a 100 milímetros por dia, além de queda de granizo.

Já o CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Meteorologia) prevê períodos curtos de abertura intercalados com períodos de nebulosidade, mínima de 19ºC e máxima de 29ºC.

Para hoje (27), a previsão é de tempo nublado com chuva de manhã, e poucas nuvens de tarde e à noite. A temperatura deve variar entre 17ºC e 34ºC.

Noticiamos ontem que os municípios das regiões Sul e Sul-Fronteira contabilizam estragos causados pelo temporal que atingiu Mato Grosso do Sul, conforme o coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Fábio Catarineli. Pelo menos nove cidades foram gravemente afetadas: Caarapó, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Dourados, Ivinhema, Itaporã, Juti e Nioaque.

Energia - Conforme a assessoria da Energisa, o temporal veio acompanhado por fortes rajadas de vento e raios (descargas atmosféricas). Mais de 80% das interrupções no fornecimento de energia foram ocasionadas pelos ventos fortes e queda de árvores e galhos em contato com a rede elétrica, provocando inclusive, o rompimento de cabos.

O clima severo resultou em 65 bairros ficaram sem energia, impactando mais de 22 mil clientes em Dourados. Atualmente as equipe atuam, para normalizar o fornecimento aos 16 mil clientes da cidade.

Alerta - Mato Grosso do Sul está em alerta para chuvas intensas desde o início desta segunda-feira. Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), o Estado pode registrar precipitação de até 100 milímetros por dia. Já as rajadas de ventos podem variar de 60 a 100 quilômetros por hora.

Existe risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. Por isso, não é recomendado se abrigar debaixo de árvores e estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Com informações do Dourados News.

Banner Whatsapp Desktop
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia