23 de janeiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
SENAR -  Curso Técnico Agropecuário
INTERNACIONAL

Suécia encerra investigação contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks

19 maio 2017 - 07h51
MÊS DA ECONOMIA COMPER

A promotoria pública da Suécia anunciou hoje que decidiu encerrar uma investigação sobre estupro envolvendo o fundador do site WikiLeaks, Julian Assange.

A decisão veio cerca de seis meses depois de Assange ter sido interrogado por promotores suecos na embaixada do Equador em Londres, por ter supostamente estuprado uma mulher durante visita à Suécia em 2010.

Assange nega a alegação de estupro e não chegou a ser formalmente acusado.

O Equador concedeu asilo a Assange em 2012 e o fundador de WikiLeaks tem vivido na embaixada do país em Londres desde então. Fonte: Dow Jones Newswires.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS