26 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
PMCG
GERAL

SP vai sediar Oktoberfest

26 maio 2017 - 18h34

Considerada a maior cidade industrial alemã fora da Alemanha, a capital paulista sediará neste ano, pela primeira vez, a Oktoberfest, tradicional festival de cerveja, comida e danças típicas de Munique que no Brasil é realizado há mais 30 anos em Blumenau, Santa Catarina, no mês de outubro.

Em São Paulo, o evento vai ocorrer entre os dias 29 de setembro e 8 de outubro no sambódromo do Anhembi, zona norte paulistana. Os ingressos custarão entre R$ 100 e R$ 150 e serão vendidos a partir de 1 de junho pela internet. A estimativa de público é de 90 mil a 100 mil pessoas durante os dez dias de festival.

O evento foi anunciado nesta sexta-feira, 26, pelo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que dará "apoio institucional" ao festival por meio da empresa municipal São Paulo Turismo (SPTuris). A produção da festa, que deve contar com dois palcos, será feita e patrocinada por empresas privadas, como a multinacional alemã de veículos Mercedes-Benz e a companhia aérea Gol.

"A ideia de trazer a Oktoberfest para cá surgiu de executivos da indústria alemã, que acabaram nos incentivando a aceitar esse desafio", disse Walter Carvalheiro Filho, presidente do WGroup, organizadora do evento. Ele disse que as atrações musicais do festival devem ser anunciadas no próximo mês.

Segundo Doria, a Oktoberfest passa a entrar oficialmente no calendário de eventos de São Paulo e vai gerar até R$ 50 milhões de receita para a economia paulistana através do turismo. "Não há disputa entre Blumenau e São Paulo, são festas complementares", afirmou o prefeito. "Não será um festival só para beber cerveja. A atração principal está na música e na dança típica, como se faz em Blumenau e na Baviera", completou.

Apesar do recado do prefeito, o presidente da SPTuris, David Barioni, já se habilitou ao cargo de "bebedor de chop" do festival. O vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, Thomas Timm, lembrou que no ano passado a Oktoberfest reuniu 5,6 milhões de pessoas em todo mundo e registrou consumo médio de 1.300 litros de cerveja por visitante. "Aqui no Brasil poderemos superar esta média", brincou.

O cônsul-geral da Alemanha no Brasil, Axel Zeidler, disse que o festival na capital paulista "fortalece" a relação entre os dois países, enquanto que o secretário municipal de Relações Internacionais, Julio Serson, citou o estímulo à economia da cidade, com geração de receita e emprego. "Essa é uma iniciativa importante para São Paulo, que estreita a relação entre o Brasil e a Alemanha e vai gerar fluxo turístico e econômico entre São Paulo e as cidades da Baviera", disse Serson.

Banner Whatsapp Desktop
TJ MS INTERNO

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já sabe em quem votar para prefeito de seu município?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
pmcg ms
TJ MS