29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
Tecnologia

Sistema promete reduzir 50% da conta de luz.

22 julho 2009 - 14h51
Fort  Atacadista - 21 ANOS

As certificações ambientais, antes presente nos chamados greenbuinding, ou prédios verdes, chega para os consumidores de energia elétrica. Em parceria, o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e a Eletrobrás criaram um selo denominado Etiqueta de Eficiência Energética de Edificações Comerciais, de Serviços e Públicos, que classificará os prédios conforme seu consumo de energia.

A iniciativa faz parte do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), onde as construções serão analisadas em três aspectos: envoltório (fachada e entorno), sistema de iluminação e condicionamento de ar. A partir daí, os edifícios receberão etiquetas que vão de A (melhor nível de eficiência,) até E (pior qualificação).

O Inmetro e a Eletrobrás entregaram os primeiros selos para a Associação Beneficiente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina, a Faculdade de Tecnologia de Nova Palhoça (SC), o laboratório de Engenharia Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina, além da agência da Caixa Econômica Federal, em Curitiba (PR).

O presidente do Inmetro, João Saldanha, acredita que esta medida irá contribuir para um melhor aproveitamento da iluminação e ventilação natural, além do consumo racional de água.

As construções serão mais caras. Sérgio Watanabe, presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (SindusCon – SP), afirma que em poucos meses de uso este custo será revertido pela diminuição no consumo de energia, além da economia na conta de luz de cada família.

Segundo a Eletrobrás, esta tecnologia representará uma economia do consumo da ordem de 30% em edifícios já existentes, que terão que passar por um processo de readaptação e modernização em seu sistema elétrico. Já para os novos empreendimentos, isso trará uma redução de 50% no consumo.

A extensão do programa de Etiqueta de Eficiência Energética de Edificações Comerciais, de Serviços e Públicos começará a ser implanta em janeiro de 2010.

Banner Whatsapp Desktop
Annelies
ALMS