21 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
sebrae revolution1

Secretários de educação se reúnem para debater planos municipais do setor

17 maio 2017 - 09h27
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Secretários municipais de educação dos 77 municípios de Mato Grosso do Sul discutem durante capacitação, em Campo Grande, o Plano Municipal de Educação (PME) e as formas de monitoramento das ações a partir das metas estabelecidas pelo MEC (Ministério da Educação). O encontro, que começou ontem e encerra nesta quarta-feira (17.05), reúne mais de 150 participantes no auditório do Centro de Formação da Secretaria Municipal de Educação.

Durante o encontro, secretários municipais e membros de comissões de monitoramento e avaliação do Plano Municipal de Educação serão orientados sobre a elaboração dos indicadores educacionais. Os indicadores têm a função de mensurar as metas dos planos e os dados apontados irão demonstrar se os resultados foram alcançados nos municípios.

Indicadores

Os indicadores educacionais são propostos pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) e apontam dados relacionados, por exemplo, ao nível de aprendizagem dos alunos e valorização dos profissionais de educação.

Presente ao encontro, a avaliadora educacional do MEC, Maria José Telles Franco Marques explica que o Plano foi aprovado em 2015 e a partir de 2016, as comissões precisam fazer o monitoramento e a avaliação das metas e estratégias propostas, além de observar se elas estão sendo cumpridas.

Maria José avalia que a importância do monitoramento destacando que esse processo busca apontar lacunas e eventuais mudanças necessárias, o que irá garantir aos planos um caráter de flexibilidade para absorver as demandas da sociedade.

Cumprimento das metas

Ao avaliar o cumprimento das metas do Plano Municipal de Educação da Capital, a professora Maria José destaca o empenho da gestão atual, destacando o trabalho para expandir o número de vagas na Reme, em especial na educação infantil. Outro ponto destacado pela professora é o trabalho da Semed para realizar eleições diretas para diretores de escolas em 2018.

A presidente da seccional de Mato Grosso do Sul da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação), Kalícia de Brito França, que também é secretária municipal de Educação de São Gabriel D’Oeste, enfatizou que, apesar da troca de gestões no início do ano, muitos municípios do Estado estão buscando seguir o Plano. “Temos que buscar alternativas para cumprir o que o Plano estabelece e estou vendo dedicação da parte de todos”, pontuou.

A mesma opinião é compartilhada pela secretária municipal de Educação da Capital, Ilza Mateus, que destacou a importância do trabalho das comissões de monitoramento. “Temos uma demanda de trabalho muito grande, por isso as orientações das equipes de monitoramento são fundamentais para nos ajudar, porque temos que ficar atentos às metas”, pontuou.

Para a coordenadora da Comissão de Monitoramento e Avaliação dos Planos Municipais de Educação de Mato Grosso do Sul, Eva Maria Katayama Negrisolli, o Plano é um instrumento de trabalho para o gestor estabelecer as ações e atingir as metas definidas em cada ponto. “Por isso é fundamental a participação de todos os gestores”, concluiu Eva, destacando a presença da maioria dos municípios no encontro.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
pmcg ms
TJ MS