29 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Saneamento

Sanesul se compromete a levar esgoto para 57% da população de Sidrolândia

Fort  Atacadista - 21 ANOS

 A Sanesul - que pretende renovar por mais 30 anos o contrato de concessão do serviço de água e esgoto - se compromete a investir em Sidrolândia R$ 30 milhões em recursos próprios ao longo destas três décadas, sendo R$ 17,3 milhões na implantação da rede de esgoto e R$ 11,2 milhões na melhoria e ampliação da rede de água.

 A projeção é que em 2039 (último ano do novo contrato) 57,9% da população sidroladense esteja atendida por rede de esgoto. Em 2012, terceiro ano de vigência do novo contrato, 7,53% dos moradores poderão se conectar à rede, índice de cobertura que atingiria 10,8%, em 2013, ano seguinte.

   Os números foram apresentados pelo presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, que acompanhado de diretores da empresa, se reuniu com vereadores para expor o plano de metas da estatal.

  Está em tramitação na Câmara um projeto que autoriza o Executivo a renovar o contrato de concessão que venceu há um ano. “Não queremos votar no escuro um projeto com ampla repercussão sobre as futuras gerações”, argumentou o vereador Di Cezar autor de um requerimento em que cobra por escrito o plano de investimento que a Sanesul pretende implementar. O presidente da Sanesul não se opôs à exigência e houve consenso entre os vereadores para aprovação do requerimento na sessão da última segunda-feira.

  O planejamento prevê que a primeira grande obra de esgoto na cidade vai ser a estação de tratamento, com um custo estimado em R$ 3,1 milhões, com previsão de operação em 2012. “Antes da rede coletora é indispensável construir a estação de tratamento”, explicou José Carlos.

  Ele deixou claro que os investimentos programados podem ser ampliados, desde que a empresa contrate financiamento ou obtenha recursos à fundo perdido junto a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) ou Ministério das Cidades.

  “Não podemos vender ilusões. A empresa só pode assumir compromissos com base na sua realidade financeira. A lei federal 11.445, que regula o saneamento, é bem claro. A Prefeitura pode retomar a concessão caso as metas de investimentos não sejam cumpridas”, explicou. Nos primeiros quatro anos do novo contrato, o investimento previsto é de R$ 6 milhões.

Banner Whatsapp Desktop
MS Digital
PMCG