28 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saneamento

Sanesul fica em primeiro lugar no ranking da Revista IstoÉ Dinheiro

17 dezembro 2013 - 15h29
Teve 462,5 pontos de 500 possíveis
Teve 462,5 pontos de 500 possíveis - Rachid Waqued
A Empresa de Sanemaneto de Mato Grosso do Sul (Sanesul) ficou em primeiro lugar de sua categoria no ranking publicado pela Revista IstoÉ Dinheiro deste mês, que elencou as melhores empresas de middle market do País, considerando aquelas que se destacaram em 29 categorias, com receitas líquidas em 2012 entre R$ 70 milhões e R$ 400 milhões. No setor de saneamento, a Sanesul foi a única empresa pública que ranqueou.
 
A publicação considerou, para pontuação, sete indicadores: posição da receita líquida, relação ativo circulante/passivo circulante, relação disponibilidade/empréstimo de curto prazo, relação ebtida/receita líquida, relação lucro líquido/patrimônio líquido, relação dívida total – disponibilidades/patrimônio líquido, e site da internet. Foram analisadas até 30 empresas em cada setor da economia.
 
O primeiro lugar obtido pela Sanesul comprova, mais uma vez, a excelente fase da empresa de saneamento. A Sanesul alcançou 462,5 pontos, de um total de 500, ficando quase cem pontos à frente da segunda colocada.
 
Motivo
 
A matéria publicada na edição n° 844, da IstoÉ Dinheiro, ressalta que a adoção, por parte da Sanesul, da estratégia de gerenciar a empresa, que é pública, como se fosse privada e reinvestir o lucro gerado à sociedade foi a responsável por transformar uma empresa que, antes de 2007, dava prejuízos, em uma empresa superavitária e auto-suficiente.
 
A Sanesul fechou 2012 com um faturamento líquido de R$ 244,8 milhões, 12% maior do que no ano anterior. A IstoÉ Dinheiro destaca: “O excepcional resultado de 2012, quando a rentabilidade cresceu 179%, foi também consequência do reconhecimento de um crédito tributário de R$ 54 milhões e do reajuste da tarifa de acordo com a inflação”.
 
A revista aponta ainda os investimentos da atual administração, que até o próximo ano chegarão a R$ 1 bilhão, entre recursos próprios, federais e internacionais. A meta é manter o abastecimento de água em 100% das cidades atendidas e elevar para 50% a cobertura do Estado com redes de coleta e tratamento de esgoto.
 
Para o diretor-presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, a excelente classificação da empresa se deve, claro, aos resultados financeiros advindos de uma boa gestão, mas, sobretudo, à seriedade e ao trabalho de seu corpo técnico. “Esse resultado representa o esforço e a dedicação de todos os empregados”, frisou o presidente.
 
“Uma de nossas metas era fazer com que a Sanesul se tornasse referência no saneamento e transformá-la em modelo de gestão e eficiência. Não à toa, fomos ranqueados pela Revista Exame como a terceira maior empresa de Mato Grosso do Sul e 74ª do Centro-Oeste. Também obtivemos o rating A, da Caixa Econômica, para financiamento. E agora, na Revista IstoÉ Dinheiro”, lembra Barbosa e completa: “Estar entre as primeiras só aumenta a responsabilidade da Sanesul perante a população, pois temos que manter o foco e continuar sendo a grande gestora do saneamento em Mato Grosso do Sul”.
Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

Banner TCE
TJ MS