18 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
DESENVOLVIMENTO

Novo projeto pretende impulsionar a agricultura familiar na capital

O programa Rota do Sabor é mais uma oportunidade para a agricultura familiar

2 junho 2017 - 13h57
Presente ao evento, o superintendente Federal do Ministério da Agricultura, Celso de Souza Martins, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Campo Grande em apoiar a agricultura familiar
Presente ao evento, o superintendente Federal do Ministério da Agricultura, Celso de Souza Martins, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Campo Grande em apoiar a agricultura familiar - Divulgação
O FLOR DA MATA - NOTICIAS

Plantação, logística e comercialização. Essas são as principais necessidades da agricultara familiar. Para fomentar este setor, a Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico de Ciência e Tecnologia (Sedesc), apresentou nesta sexta-feira (2) o programa Rota do Sabor, que é mais uma oportunidade para a agricultura familiar.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Ciência e Tecnologia, Luiz Fernando Buainain, representou o prefeito Marquinhos Trad na assinatura do acordo com o objeto da cooperação com a Associação de Moradores da Chácara das Mansões – Associação Comercial e Industrial de Campo Grande – Uniderp Unidade Agrárias), para atender 16 produtores residentes na Chácara das Mansões.

“Com este trabalho nós queremos fomentar a agricultura familiar, produzir para atender a merenda escola e atender a população com produtos de boa qualidade. Temos solo favorável, água, luz e mão-de-obra. Com a ajuda dos professores e alunos da Uniderp Agrárias, vamos produzir o que é preciso com qualidade e a quantidade necessária para o mercado consumidor. Não adianta produzir o que não precisa. Temos que produzir o que vai ser consumido. Para isso, estamos aqui hoje na Chácara das Mansões para passar estas informações para os agricultores”, frisou Luiz Fernando.

O diretor da Uniderp/Agrárias, Fábio Júnior, destacou que a universidade pode ajudar os agricultores com conhecimento. “Nossa proposta é elaborar um projeto que traga bom desenvolvimento para os agricultores da Chácara das Mansões e, posteriormente, para outras regiões de Campo Grande”, frisou.

Presente ao evento, o superintendente Federal do Ministério da Agricultura, Celso de Souza Martins, elogiou a iniciativa da Prefeitura de Campo Grande em apoiar a agricultura familiar.

“Este evento simboliza um novo começo do desenvolvimento do agronegócio para Campo Grande. Os agricultores precisam do apoio do setor publico e de novas informações sobre a agricultura. Não se faz agricultura sem logística. Tenho certeza que a comunidade local ficará satisfeita com os resultados deste trabalho, que traz desenvolvimento para cidade. O prefeito Marquinhos Trad e sua equipe estão de parabéns por apoiar a agricultura familiar”, comentou.

Oscarina Pereira Gonçalves mora há 15 anos na Chácara das Mansões. Ela planta pokan, côco, legumes e hortaliças e elogiou o programa. “A gente sempre tem esperança de plantar e vender. Muitas vezes sai da chácara com cinco caixas de pokan e não consegui vender por falta de logística. Não adianta plantar e não poder vender. Com o projeto eu acredito que vai melhorar. Fui convidada pelo Dijalma para entrar no projeto e aceitei. Estou na expectativa de que vai melhorar muito a nossa produção e as vendas dos produtos”, comentou Oscarina.

Durante o evento os produtores assistiram a palestra com o economista e assessor de Planejamento e Projeto da Sedesc, Normann Kalmus; sobre a alimentação escolar, com a superintendente de Alimentação Escolar da Semed, professora Graziella Ribeiro Brun e Linhas de Financiamento para a Agricultura Familiar, com o gerente da Sicoob, Henrique Soares.

O evento contou com a presença do presidente da Associação Comercial, Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro, vereador Vinícius Siqueira, representando a Câmara Municipal de Campo Grande, e presidente da Associação de Moradores da Chácara das Mansões, Dijalma Pereira.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Considerando a pandemia do novo coronavírus, você acha que o TSE deveria ter editado resolução e tornado o voto não obrigatório este ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Carne Fresca (interno)
TJ MS
pmcg ms