26 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
IPVA 2021
Colunas

Roberto Costa com atos e fatos da política de MS

3 janeiro 2014 - 09h29
Sesau – Assim que a poeira midiática abaixar o nome do vereador Dr. Jamal Mohamed Salem, do PR (Partido da República), será confirmado no cargo de Secretário Municipal de Saúde.
 
**
 
Acomodação – Outro a fazer parte da nova equipe de trabalho do prefeito Alcides Bernal, do PP (Partido Progressista), é o também vereador Ademar Vieira Júnior, o Coringa, do PSD (Partido Social Democrata). Ele será confirmado na presidência da Funesp (Fundação Municipal de Esporte).
 
**
 
Sinalização – O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) do presidente Ivan Louzada delegou ao vereador Edson Shimabukuro autonomia absoluta para compor com Bernal. My Body preferiu as lentes verde, amarela e vermelha da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) indicando Jean Saliba.
 
**
 
Paparazzi – Paulo Pedra, do PDT (Partido Democrático Trabalhista), foi fotografado participando de um churrasco promovido por um bernalista apaziguador.  É claro que uma “pasta” é muito mais saborosa.
 
**
 
Saiu na frente – O médico pediatra Paulo Siufi, do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), teria sido o padrinho responsável pela indicação de Júlia Maksoud no comando no IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande).
 
**
 
Cooptando – Consta que o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) estaria – diante da possibilidade de o partido ocupar mais uma cadeira na Câmara – sendo convidado a fazer parte da base bernalista.
 
**
 
Trocando em miúdos – Todo o processo de aproximação passou a prosperar a partir da posse do suplente de senador Pedro Chaves dos Santos Filho na Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais.
 
**
 
Se municiando – O risco de ser cassado do cargo de prefeito de Campo Grande obrigou o prefeito a buscar na “oposição” o apoio de que precisa para anular a pressão que vem sofrendo através da Comissão Processante.
 
**
 
Ego ferido – Por conta do processo de negociação política expor na mídia o poder de persuasão do secretário de Governo, o prefeito campo-grandense está começando achar que “a criatura está ficando maior que o criador”.
 
**
 
Boquiaberto I – Assim ficou o senador Ruben Figueiró de Oliveira, do PSDB, ao deparar com uma nota informando que a dívida pública brasileira ultrapassou a marca de dois trilhões de reais.
 
**
 
Boquiaberto II – Está o contribuinte brasileiro que banca anualmente cerca de R$ 10 milhões para manter cada um dos 513 deputados federais e 81 senadores. Não custa nada lembrar que agora em 2014 teremos eleições.
 
**
Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE
TJ MS