25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
AUXÍLIO EMERGENCIAL

Quase 3 milhões do Bolsa Família não receberão as parcelas de R$ 300 do auxílio

Novas regras definem que apenas 16,3 milhões de pessoas tenham o benefício, que foi disponibilizado durante a pandemia

17 setembro 2020 - 21h22Da Redação
Número de indivíduos com direito ao benefício é reduzido
Número de indivíduos com direito ao benefício é reduzido - (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Fort  Atacadista - 21 ANOS

Muitos beneficiários do Bolsa Família deixarão de receber o auxílio emergencial nos próximos meses. É o que determinam as novas regras do benefício que excluirão quase três milhões de pessoas. Esse número não mais receberá as parcelas adicionais de R$ 300, o lote residual.

Com a redução, o governo deve economizar aproximadamente R$ 11 bilhões. Além de ocorrer a diminuição no valor do auxílio, de R$ 600 para R$ 300 ao mês, muitas mães que ganhavam, por exemplo, R$ 1.200 com o benefício, passará a ter direito a um valor médio de R$ 164,13, cifra empregada no Bolsa Família.

Em nota, o Ministério da Cidadania comentou que “a diferença é decorrente dos cancelamentos e bloqueios realizados em benefícios com indícios de descumprimento dos critérios legais de elegibilidade ao Auxílio Emergencial por recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU)”.

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
ALMS