25 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Imposto

Puccinelli prorroga prazo de pagamento do ICMS

PUCCINELLI - A medida é de extrema importância, dá fôlego por mais 10 dias, ou seja, vencendo dia 15
PUCCINELLI - A medida é de extrema importância, dá fôlego por mais 10 dias, ou seja, vencendo dia 15 - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  A decisão do governador André Puccinelli que prorroga o prazo de recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 10 dias até 31 de dezembro, garante fluxo de caixa às empresas para que sejam quitados outros débitos, como a folha de pagamento dos funcionários e aluguel.

  “A medida tomada é de extrema importância, dá fôlego porque o tributo postergado por mais 10 dias, ou seja, vencendo dia 15, melhora o fluxo de caixa e tira um peso a mais das empresas”, avalia o presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen.

  A medida que está sendo adotada pela terceira vez já proporcionou aumento de fluxo de caixa de R$ 190 milhões às empresas do Estado. O calendário fiscal normal determina o pagamento do imposto no dia 5.

  O vice-presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), Edson Araújo, destacou que o governo foi “muito sensível” ao setor, que acumula muitos compromissos na primeira semana do mês. O governador justificou que a nova prorrogação foi possível porque o pior da crise passou e o governo conseguiu equilibrar as finanças.

  As medidas tomadas pelo governo para incrementar comércio e indústria foram as mais amplas entre os estados que também agiram para incrementar a economia, como São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso.

  Segundo o presidente da FIEMS, “as indústrias do Estado já estão em recuperação e ações como essa tomada hoje por Puccinelli chegam para somar ainda mais para que Mato Grosso do Sul feche o ano com o maior PIB Industrial da sua história”, previu, solicitando que o governador poderia também voltasse a prorrogar o prazo de recolhimento do ICMS a partir de janeiro de 2010.

  André Puccinelli disse que é a solicitação do setor industrial é uma possibilidade, mas vai depender dos estudos que a Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda) fará. “Esse pedido não está descartado”, disse, lembrando que no fim do ano passado já anunciou um pacote de medidas econômicas para incrementar o comércio, as vendas e as áreas de produção e da indústria, entre elas, a postergação do prazo de recolhimento do ICMS em 10 dias por um prazo de seis meses. “

 

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
Annelies