05 de dezembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju natal
GERAL

Confira balanço das ações do Governo de Reinaldo Azambuja em prol dos servidores públicos

Desde que assumiu administração estadual, governador Reinaldo Azambuja tem incentivado funcionalismo com promoções e investimentos para oferecer melhores condições de trabalho

2 junho 2017 - 13h26
Na discussão da política salarial, algumas carreiras obtiveram ganho real próximo de 40%, como os técnicos de serviços organizacionais e gestores de atividades de turismo
Na discussão da política salarial, algumas carreiras obtiveram ganho real próximo de 40%, como os técnicos de serviços organizacionais e gestores de atividades de turismo - Divulgação
Fort Atacadista Natal

Promoções e progressão funcional a mais de 6 mil servidores, convocação de 2.920 concursados e abonos que garantiram ganho real de até 25% em algumas categorias estão entre os benefícios concedidos pelo Governo do Estado aos servidores sul-mato-grossenses nos últimos 30 meses. Todas conquistas obtidas num cenário de crise econômica e queda brusca da arrecadação estadual.

Somente entre policiais e bombeiros militares, o número de promoções alcançou 3,6 mil profissionais. Entre os servidores da Educação – incluindo professores e administrativos – mais 2,7 mil foram beneficiados com promoções e progressões funcionais. Além das melhorias aos efetivos, a administração estadual convocou mais de 2,8 mil concursados nas áreas de Segurança Pública, Educação, Saúde e outros setores.

Na discussão da política salarial, algumas carreiras obtiveram ganho real próximo de 40%, como os técnicos de serviços organizacionais e gestores de atividades de turismo. No caso dos professores, os reajustes alcançaram até 2016 25% dos vencimentos, posicionamento MS em 1º no ranking nacional de salários da educação. Em MS, todos os professores com carga horária a partir de 20h já recebem os valores previstos no Piso Nacional.

Para as categorias com menores salários, a concessão de abono garantiu ganhos de até 25%, como no caso dos agentes de atividades educacionais. Já nas categorias em que houve abono mais a correção das distorções salariais, o ganho real chegou até 46,85%, que é o caso dos técnicos de programas habitacionais.

Houve ainda correções de 6% nos salários de diversas carreiras – como a Polícia Civil, servidores do grupo da saúde, do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

O Governo do Estado deu atenção a correções de distorções nas tabelas salariais de carreiras específicas. Nesse sentido, foi feita a verticalização da tabela da Polícia Militar e dos Bombeiros, reduzindo a diferença salarial entre os Praças e Coronel.

Por meio da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), o Governo do Estado promoveu também a flexibilização e ampliação do quadro de vagas para promoção; a efetivação da promoção por merecimento; agilizou e efetivou os processos de promoção e progressão; e viabilizou cursos de formação necessários para promoção de servidores em várias carreiras.

Foi feita a correção de 33% no valor das diárias, após 3 anos sem reajuste e aberto diálogo para revisão do Plano de Cargos e Carreiras de algumas categorias, como a de servidores das áreas de medidas socioeducativas e auditores gerais do Estado.

Ainda por meio da SAD, o governador Reinaldo Azambuja instituiu o Fórum Dialoga, que mantém diálogo permanente com as entidades dos funcionários públicos estaduais em busca de melhorias ao funcionalismo; criou o programa de valorização do servidor e implantou o programa gestão por competência.

“Nossa discussão com as entidades em prol do servidor não se limita à database em maio, dialogamos com eles o ano inteiro. Essa postura está inserida na política de pessoal estabelecida pelo Governo a partir de quatro diretrizes: garantia do pagamento dos salários em dia, desenvolvimento das carreiras baseado no desempenho, correção das distorções funcionais e salariais e diálogo permanente com os servidores”, afirmou o titular da SAD, Carlos Alberto de Assis. Ele detalhou ainda que caso a arrecadação estadual volte a aumentar, nova rodada de negociação poderá ser aberta com os servidores, mesmo antes do próximo período de reajuste.

Além das melhorias diretas, o Governo do Estado investiu R$ 76 milhões na estruturação da Segurança Pública, com a compra de viaturas, armamentos e equipamentos para dar suporte à atuação dos militares dos 79 municípios sul-mato-grossenses.

Banner Whatsapp Desktop
Comper sem sair de casa

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

O que você pretende fazer com o 13º salário?

Votar
Resultados
Natal Comper
PREF DE MJU
Departamento de Operações de Fronteira - Disque Denúncia