19 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
al outubro2
Impasse

Procurador fala sobre questão indígena de MS

18 setembro 2009 - 17h48
Os fazendeiros acham que os levantamentos não são válidos
Os fazendeiros acham que os levantamentos não são válidos - Divulgação
Fort  Atacadista - 21 ANOS

   Praticamente todos os proprietários possuem títulos dados pela União, datado do século passado, mas de acordo com o procurador Delfino, houve titulação indevida de algumas propriedades e o governo terá de compensar os fazendeiros. “É um caminho sem volta não tem como colocar 40 mil índios debaixo do tapete vamos ter que encontrar mecanismos.”

  O Ministério Público Federal firmou com a Funai, um termo de ajuste de conduta em 2007 para que essas questões indígenas sejam resolvidas até 2010.

   A advocacia geral da união conseguiu cassar em agosto liminar concebida pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul que suspendia a retomada dos estudos técnicos que terá inicio nos próximos dias.

  Os fazendeiros acham que os levantamentos não são válidos, pois só levariam em conta os relatos dos indígenas. Pesquisa da década de oitenta já alertava o governo para a necessidade de mais áreas indígenas em Mato Grosso do Sul. Escute a matéria da Rádio Transamérica Hits FM 99,1 Mhz.

OUÇA:

Banner Whatsapp Desktop
ALMS
PMCG