28 de fevereiro de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Geral

PRF aponta redução de 18% em acidentes nas rodovias federais

7 março 2014 - 09h52
Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal divulgou ontem (6) o resultado da "Operação Carnaval 2014", que teve início no dia 24 de fevereiro e se encerrou à meia noite do dia 05 de março. Os índices são considerados positivos, já que mostram redução em 18% do número de acidentes nas rodovias federais. Foram registrados 117 acidentes em 2013 e 95 em 2014.

O número de mortos também diminuiu, apresentando redução de 71,5%. Infelizmente duas vidas foram perdidas em 2014, sendo que em 2013 foram 07. Um dos acidentes com vítima fatal ocorreu no dia 25 de fevereiro, na BR 163, Km 483, no anel rodoviário, em Campo Grande e outro na BR 262, km 390, próximo à Terenos, ambos envolvendo veículos de passeio.

Nos 3.671 quilômetros de rodovias federais de Mato Grosso do Sul, a Polícia Rodoviária Federal contou com o reforço de policiais que cumpriram escala especial, incluindo os servidores administrativos, o que elevou o número efetivo.

Além da fiscalização nos 22 Postos do Estado, como é praxe em todas operações desse porte, a PRF disponibilizou equipes volantes nos pontos mais sensíveis das rodovias, ou seja, nos locais mais críticos com relação a acidentes, incidência de ultrapassagens proibidas, excesso de velocidade e outras infrações.

Com uma nova estratégia, ampliando para 10 o número de dias da Operação Carnaval (em 2013 foram 05 dias de operação) e o aumento no efetivo, pode-se ter uma fiscalização mais eficiente, o que refletiu em resultados positivos. Receberam especial atenção as BR 163 e BR 262, que são as que registram maior número de acidentes, além das regiões com apelo de festas carnavalescas, quais sejam: BR 163 no trecho Campo Grande/Coxim, BR 262 sentido Campo Grande/Corumbá, além da região de Bonito, Jardim e o sul do Estado.

Foram mobilizados mais de 400 policiais rodoviários federais, 60 viaturas, 25 Etilômetros (bafômetros), 15 radares portáteis (digitais) e 08 radares estáticos (fotográficos).

Além das estratégias acima citadas, o uso de novas tecnologias, como os radares móveis digitais e aparelhos de etilômetro, também contribuiu para redução da violência no trânsito nas rodovias federais, coibindo a prática de infrações, o que se reflete pelo aumento em 60% no número de autuações, mostrando a forte atuação fiscalizadora da polícia.

Banner Whatsapp Desktop

Deixe seu Comentário

Veja Também

Mais Lidas

TJ MS
Banner TCE