04 de março de 2021 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
DIA MUNDIAL DO LEITE

Presidente da Silems destaca no Dia Mundial do Leite a força da cadeia produtiva

Com apoio do Governo do Estado e promoção da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite, o evento integra as comemorações da Semana Sul-Mato-Grossense do Leite

1 junho 2016 - 16h39DA REDAÇÃO
Mato Grosso do Sul chegou a ser o 12º Estado no ranking da produção brasileira e atualmente ocupa o 15º lugar
Mato Grosso do Sul chegou a ser o 12º Estado no ranking da produção brasileira e atualmente ocupa o 15º lugar - Divulgação
Cassems

Durante cerimônia realizada nesta quarta-feira (01), na Presidência da Assembleia Legislativa, em Campo Grande (MS), para comemorar o Dia Mundial do Leite, criado em 2001 pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, a presidente do Silems (Sindicato das Indústrias de Laticínios de Mato Grosso do Sul), Milene Nantes, destacou a importância do produto para a economia estadual.

“Com todos os elos da cadeia do leite bem unidos, podemos ter um crescimento maior da atividade. Por isso, é sempre muito relevante um evento em que se pode reunir representantes dapecuária leiteira, da indústria laticínia e do Governo do Estado, pois, dessa forma, podemos discutir ações e buscar o apoio das instituições representativas para incrementar o segmento”, afirmou Milene Nantes.

Ela ressaltou no evento, que reuniu o governador Reinaldo Azambuja, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi, secretários de Estado e empresários, a necessidade de estimular os produtores para produzir o ano todo.  “Como a produção do leite é muito sazonal, temos épocas de alta e baixa por causa da seca, então seria um estímulo ter um preço melhor nesses três meses de produção menor para ficar mais competitivo e estimula o produtor a produzir o ano todo”, comentou.

Com apoio do Governo do Estado e promoção da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite, o evento integra as comemorações da Semana Sul-Mato-Grossense do Leite, que começouno dia 29 de maio e prossegue até o dia 5 de junho. Muito mais do que incentivar o consumo de lácteos junto à população, a Semana do Leite de Mato Grosso do Sul, instituída pela Lei Estadual nº 4.409/2013, de autoria do deputado Junior Mochi (PMDB), tem como objetivo divulgar a importância do leite no cenário econômico e social do Estado.

O evento

O governador Reinaldo Azambuja anunciou que será feito um levantamento para diminuir os tributos durante a seca, época mais difícil do ano para os produtores. “Pensando no período daseca que ocorre a escassez do leite, o governo estuda oferecer um diferencial do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), desta forma o produtor poderá investir na melhora da pastagem e do rebanho para suportar o aumento de produção na época da estiagem”, anunciou.

Ainda de acordo com o governador, a redução do recolhimento da alíquota para a saída do leite também será avaliada. “Vamos pensar nesta reivindicação com carinho, pois queremos fortalecer a indústria local. Precisamos encontrar um equilíbrio para atender toda a cadeia produtiva. Com a melhoria da qualidade genética do rebanho e das pastagens, além da diminuiçãodo ICMS para potencializar as indústrias e oferecer um maior ganho ao produtor, o setor crescerá no Estado”, disse.

Mato Grosso do Sul chegou a ser o 12º Estado no ranking da produção brasileira e atualmente ocupa o 15º lugar, conforme dados apresentados pelo coordenador da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite de Mato Grosso do Sul, Rodney Guadagnin. “Entre 2005 e 2015, o Brasil aumentou sua produção em 40,7% e o nosso Estado reduziu em 20,7%. Isso significa que baixamos quase 240 milhões de litros para 190 milhões ao ano. É necessário que a pecuária de leite seja vista e tratada como atividade econômica. É preciso apoiar e suportar os produtores de leite para que cresçam, pois só assim se perpetuarão nesta atividade e contribuirão com a sociedade”, relatou.  

O presidente Junior Mochi destacou que a Assembleia Legislativa trabalha para fortalecer os agentes que atuam na cadeia do leite. “O leite é o salário do pequeno produtor. Ampliar a cadeiaprodutiva fortalece os produtores e as indústrias. A Semana Estadual do Leite tem o objetivo de congregar o governo e todo o setor diretamente envolvido, para discutir propostas e aprimorar as políticas públicas relacionadas à produção do leite em nosso Estado”, afirmou o parlamentar.

Banner Whatsapp Desktop
Banner TCE