22 de setembro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JBS - Covid 19
DESCARTE CORRETO

Prefeitura realiza conscientização da população sobre descarte de lixo em local proibido

Mesmo com as constantes ações, muitos moradores estão fazendo o descarte do lixo de forma irregular e em diversos casos, deixando ao lado do lixo recolhido pela prefeitura.

4 fevereiro 2016 - 18h00DA REDAÇÃO
Divulgação

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur), tem realizado a limpeza em diversos bairros da Capital, incentivando a população a fazer o descarte consciente do lixo, evitando a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya, do zica vírus e outos vetores. 


 
Mesmo com as constantes ações, muitos moradores estão fazendo o descarte do lixo de forma irregular e em diversos casos, deixando ao lado do lixo recolhido pela prefeitura. Com essa situação, o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal faz um apelo para que a população jogue o lixo somente em locais apropriados. “Temos realizado constantemente mutirões, mas as equipes têm relatado que após a limpeza algumas pessoas jogam lixo novamente nestes locais, o que além de ser crime ambiental, coloca em risco a vida das pessoas, por isso é fundamental que todos tenhamos consciência e cuidado com a forma de descarte do nosso lixo”, disse o prefeito Alcides Bernal

Consequências

De acordo com a Lei Municipal nº 2909, de 28 de julho de 1992 é estabelecido que os proprietários dos imóveis sejam responsáveis pela manutenção da limpeza dos terrenos baldios, mantendo-os limpos, capinados, drenados e calçados. Caso o terreno não seja limpo, ele pode receber uma multa que varia de R$ 2.010,50 a R$ 8.042,00. Já o cidadão que for flagrado descartando entulho e recipientes em local proibido também sofrerá multa administrativa e sanções penais por crime ambiental. Segundo dados do serviço de controle da dengue do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), 86,2% dos focos da dengue estão nas residências, 6% em comércios e 4,3% nos terrenos baldios.

Denúncias

O cidadão que surpreender outro descartando resíduos em local proibido, o mesmo poderá denunciar a infração penal junto à Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista (Decat) pelo telefone (67) 3325-2567. A delegacia está localizada na Rua Sete de Setembro, n. 2.421, Centro.
Destaca-se, ainda, que é vedada a utilização de queimadas para a limpeza de terrenos, podendo os responsáveis pelas queimadas serem autuados no de acordo com o Código de Polícia Administrativa, sendo que a poluição provocada pelas queimadas também afeta a saúde da população.

Dicas para afastar o Aedes aegypti

Descartar os resíduos em sacos plásticos e mantenha as lixeiras bem tampadas. Não jogue entulhos em terrenos baldios.
Cobrir ralos cobertos com telas e verifique se não estão entupidos.
Colocar garrafas, baldes e latas sempre de cabeça para baixo.
Lavar com frequência as vasilhas de água e comida dos animais domésticos.
Evitar acumular água na parte de baixo de bebedouros.
Fazer periodicamente a limpeza de calhas.
Deixar vasos sanitários e caixas d’água bem tampados.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você apoia o retorno do ensino presencial em escolas públicas ainda no ano de 2020?

Votar
Resultados
TJ MS INTERNO
TJ MS
pmcg ms