24 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - Devolução Auxílio Emergencial
Transporte

Preço do litro do álcool dispara nos postos e consumo cai 20%

Fort  Atacadista - 21 ANOS

  Com isto, quem tem carro com motor flex está optando pela gasolina. Como em média o carro tem um consumo 40% maior com o álcool, só compensa usá-lo se o seu preço tiver no mínimo 30%  mais barato que a gasolina “O consumidor está fazendo as contas e deixando de abastecer com álcool”, afirma o diretor do Sindicato dos Postos, Antonio Carlos Palludo. Em dezembro houve queda de 20% nas vendas de álcool.

  Levantamento da Agência Nacional do Petróleo mostra que o  custo médio do álcool ao consumidor pulou  de R$ 1,689, em fevereiro do ano passado, para R$ 1,856 no período de 27 de dezembro a 2 de janeiro.O menor preço oscilou 8,17%, de R$ 1,59 para R$ 1,72, enquanto o maior ficou 10,6% mais caro, de R$ 1,79 para R$ 1,99.

  E a tendência é de que o produto suba mais neste mês. Em uma semana, as distribuidoras reajustaram o produto em 3,2%, de R$ 1,615 para R$ 1,668. Neste período, houve redução na margem de lucro dos postos, de R$ 0,23 para R$ 0,18. Em dois dos seis municípios pesquisados pela ANP, o custo supera R$ 2. Em Nova Andradina, o custo médio é de R$ 2,057, com o valor oscilando entre R$ 2,03 e R$ 2,10. Já em Ponta Porã, o consumidor está pagando R$ 2,009, entre R$ 1,85 e R$ 2,079.

  A partir de  1º de fevereiro o  porcentual obrigatório de adição de etanol anidro à gasolina será reduzido de 25% para 20%.

 

Banner Whatsapp Desktop
PMCG
TCE - Devolução Auxílio Emergencial