28 de outubro de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanha Bonito Seguro - Fase 2
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
Meio Ambiente

População aprova campanha das orquídeas

19 outubro 2009 - 17h31
David Majella
Fort  Atacadista - 21 ANOS

  De acordo com os orquidófilos, a orquídea é uma das plantas mais resistentes e adaptáveis da natureza. “Desde que tenhamos o mínimo cuidado, assim como qualquer outra planta, de regá-la e adubar, ela é eterna”, afirmou o orquidófilo e orquidólogo Sérgio Ostetto.

  Para ele, campanhas como a “Sua Orquídea dará um toque de beleza na cidade”, lançada no último domingo pela Prefeitura, aguçam a curiosidade das pessoas.

  “Quando a cidade estiver coberta por orquídeas, será uma característica nossa. Quem gosta de flores vai se interessar e desde criança a pessoa passará a apreciar e conhecer essa flor, única por sua beleza e exuberância”, afirmou Ostetto.

  A delegada de polícia Roseni Aparecida Rodrigues acredita que em pouco tempo a cidade terá uma cultura do cultivo da flor. “Há mais de seis anos cultivo orquídeas.

  É uma flor deslumbrante. Quem é que não gosta de ver beleza espalhada pelas ruas? A iniciativa da Prefeitura e da Acoa é excelente. Não podemos privar as pessoas dessa riqueza. À medida que as pessoas se acostumarem a ver orquídeas amarradas nas árvores da cidade, vai se interessar por ela. Tenho certeza disso”.

  O presidente da Associação dos Amigos da Praça Itanhangá, Mario Soares, comenta que cuidar das orquídeas será um grande desafio. “É uma honra a Prefeitura começar a campanha pela Praça do Itanhangá.

  Assim como atingimos êxito através das ações de preservar a Praça, sempre contando com o apoio do prefeito e secretários, o que resultou no retorno das pessoas ao local, tenho certeza de que essas flores vão atrair um público ainda maior”, afirmou.

  O presidente da Associação Campo-grandense de Orquidofilia e Ambientalismo (Acoa), Venceslau Carlos de Oliveira, aposta no sucesso da campanha. “Existe uma cidade no Paraná, chamada de Maripá, onde existem orquídeas amarradas em frente da maioria das casas.

  Lá é tradição. O mais interessante é que são os moradores responsáveis pelas flores em frente das suas casas. Eles cuidam, adubam. Acredito que Campo Grande chegará lá. Em dois dias recebemos quase cem plantas. Já podemos comemorar o sucesso da campanha com esse resultado”, garantiu.

  A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Agronegócio (Sedesc) explica que as orquídeas recebidas pelas doações passarão por uma triagem antes de serem amarradas nas árvores.

Banner Whatsapp Desktop
AL MS
PMCG